Pub

A 4.ª edição da Gala do Desporto de Ponta Delgada teve lugar ontem no Coliseu Micaelense, numa iniciativa da Câmara Municipal com o intuito de reconhecer o talento, dedicação e competência desportiva, mas também ajudar instituições particulares de solidariedade social do concelho.

A emoção e orgulho perpassaram todo o evento, este ano dedicado ao desporto motorizado, e que teve como pontos altos a homenagem a título póstumo a Horácio Franco (Prémio Carreira), um dos maiores pilotos açorianos de rali de todos os tempos, e a Tânia Oliveira, surfista açoriana.

“Vale a pena fazer tudo o que está ao nosso alcance pelo alimento de alma que é  o desporto, o reconhecimento e a gratidão que a cada momento podemos expressar por aqueles que connosco conviveram, por aqueles que nos deixaram um legado de inspiração e por aqueles que são referências e exemplo para as gerações do presente e para as gerações vindouras”, reconheceu José Manuel Bolieiro.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada mostrou-se orgulhoso pelo sucesso da Gala do Desporto de Ponta Delgada. Um sucesso que é medido de forma qualitativa, pois esta é uma iniciativa  que visa reconhecer e premiar valores e, também, promover a inclusão social.

“Se o desporto, por um lado, promove o talento, agilidade, força, dedicação e competitividade, tenho sentido que temos tido alma nos desportistas e artistas que acrescentam ao seu próprio talento, agilidade, força e dedicação esta magnífica sensibilidade para ajudar”, enalteceu o Presidente.

José Manuel Bolieiro congratulou-se, ainda, com o trabalho desenvolvido por dirigentes, atletas e técnicos desportivos por empolgarem, com trabalho, esforço e dedicação, uma cultura de conhecimento e de meritocracia e contribuírem para a promoção do desporto, de Ponta Delgada e da açorianidade.

Na Gala do Desporto 2017 foram angariados 1120 euros, que vão ser entregues pela Câmara Municipal à APACDAA – Associação de Pais e Amigos das Crianças Deficientes do Arquipélago dos Açores.

Quanto aos vencedores, o prémio “Jovem Promessa” foi arrecado por Vitorino Rodrigues (Jet Ski). A melhor “Atleta Feminina” foi  Helena Medeiros (Padel) e o melhor “Atleta Masculino” Gonçalo Rodrigues (Jet Ski).

Paulo Barreto (Clube Kairós feminino) foi o melhor “Treinador do Ano”. No que respeita à “Equipa do Ano”, o Clube Kairós foi o vencedor.

O prémio de “Dirigente do Ano” foi para João Pimentel (Clube Kairós) e o melhor “Clube/Associação de 2017” Clube Kairós.

Relativamente ao “Atleta de Desporto Adaptado de 2017”, André Ponte (Clube Naval de Ponta Delgada) foi o vencedor.

O “Prémio Carreira de 2017” foi para Horácio Franco (automobilismo), considerado a maior referência de todos os tempos do automobilismo açoriano. O troféu foi recebido das mãos do Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada  por Graça, Rita e Raquel Franco. Uma das surpresas da noite foi a exibição do automóvel de Horácio Franco e uma homenagem do “grupo da bandeira” ao piloto.

O Júri foi composto por jornalistas da área do desporto (radio, televisão e jornais), mais precisamente por Carlos Rodrigues, Paulo Cordeiro, Gonçalo Cordeiro, João Patrício, José Silva, Nuno Martins Neves e Bruno Lourenço, este último, colaborador do Gabinete de Apoio ao Desporto da Câmara.

Na cultura, o mérito foi da banda Stereo Mode pela apresentação de um repertório alusivo ao desporto motorizado.

Os troféus, com uma coroa de louros, em pedras locais, com o brasão da cidade de Ponta Delgada, foram criados pela escultora pontadelgadense  Catarina Alves.

A apresentação do evento esteve a cargo de Solange Vieira e Rui Anjos.