Para trás fica a cidade de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira. A frota da Atlantis Cup 2019, Regata da Autonomia, navega em direção à cidade da Horta, na ilha do Faial.

Uma largada limpa em Angra do Heroísmo, com vento a soprar de oeste, a uma velocidade de 8 nós.

Sem boia de desmarque o “Hexentric”, até ao momento o mais rápido em prova, saiu com vantagem, seguido pelos veleiros “Sul” e “Soraya”.

Não muito longe surgem as velas do “Celtic Dream”, do “Phileas Fogg III”, do “Ventosga” e do resto da frota.

A última regata da prova, a ligar as ilhas Terceira e Faial, pode ser decisiva, pelas suas características.

As embarcações mais velozes deverão começar a chegar à cidade da Horta antes do raiar do dia, no domingo (4 de agosto).

A edição de 2019 da Regata da Autonomia liga as ilhas de Santa Maria, São Miguel, Terceira e Faial.