França campeã mundial pela segunda vez, ao bater Croácia na final

A França sagrou-se hoje campeã mundial de futebol pela segunda vez na sua história, 20 anos depois, ao vencer a Croácia por 4-2, na final da 21.ª edição da prova, disputada no Estádio Luzhniki, em Moscovo.

Mario Mandzukic (18 minutos), na própria baliza, Antoine Griezmann (38), de grande penalidade, Paul Pogba (59) e Kylian Mbappé (65) apontaram os tentos dos franceses, enquanto Ivan Perisic (28) e Mandzukic (69) faturaram para os croatas.

Os gauleses tornar-se a sexta seleção a ‘bisar’ o título mundial, depois de Itália, Uruguai, Brasil, Alemanha e Argentina, sendo que conquistaram o primeiro fora, depois do triunfo em solo gaulês, em 1998, selado com um 3-0 ao Brasil na final.

A final do Mundial não registava tantos golos desde 1966, há 52 anos, quando a anfitriã Inglaterra superou a RFA por 4-2, após prolongamento, sendo que o recorde, de 1958 (5-2 do Brasil à Suécia), ficou apenas a um tento.

França vence Croácia por 2-1, ao intervalo

A França, campeã em 1998 e finalista vencida em 2006, está a vencer a Croácia por 2-1, ao intervalo da final da 21.ª edição do Mundial de futebol, que está a decorrer no Estádio Luzhniki, em Moscovo.

Mario Mandzukic, aos 18 minutos, na própria baliza, e Antoine Griezmann, aos 38, de grande penalidade, apontaram os tentos dos gauleses, enquanto Ivan Perisic marcou, aos 28, o golo dos croatas, que disputam a sua primeira final.

Os gauleses procuram tornar-se a sexta seleção a ‘bisar’, depois de Itália, Uruguai, Brasil, Alemanha e Argentina, enquanto os croatas tentam entrar na história como o nono país a conquistar o cetro, também arrebatado uma vez por Inglaterra e Espanha.