Foi atribuido o nome de Armando Côrtes-Rodrigues à E.B.S. de Vila Franca do Campo

A sessão solene de atribuição da denominação de Armando Côrtes-Rodrigues à Escola Básica e Secundária de Vila Franca do Campo teve lugar na terça-feira, dia 29 de outubro, no auditório daquele estabelecimento de ensino, que também comemorou 35 anos de existência.

Na cerimónia, o Presidente do Município de Vila Franca do Campo, Ricardo Rodrigues, referiu que ao festejar os 35 anos da escola, “celebram-se os percursos de sucesso de muitos e muitos alunos, professores e assistentes operacionais que passaram por esta instituição”.

O Autarca agradeceu ao Secretário Regional da Educação e Cultura pela celeridade com que assumiu que a proposta da Autarquia de atribuir o nome de Armando Côrtes-Rodrigues à escola fosse um desígnio regional, tendo sido aprovada quer pelo Executivo regional, quer por todos os órgãos da Escola que se quiseram pronunciar sobre a matéria.

Ricardo Rodrigues finalizou a sua intervenção lembrando que Armando Côrtes-Rodrigues nasceu em Vila Franca do Campo e teve a oportunidade de se familiarizar com alguns dos poetas mais importantes do modernismo português.

“Foi um Vila-franquense ilustre e de distinção e atribuir o nome de Armando Côrtes-Rodrigues a esta Escola é, também por isso, um motivo de grande satisfação”, reiterou.

Já o Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, afirmou que Armando Côrtes-Rodrigues “foi uma personalidade de exceção dos Açores, um dos maiores intelectuais açorianos do século XX” e deixou votos de “que o exemplo do novo patrono desta escola seja inspiração de um proveitoso trabalho coletivo, que congregue os esforços e as vontades de alunos, professores e funcionários, constituintes principais da comunidade escolar Vila-franquense”.

Por sua vez, a Presidente do Conselho Executivo da Escola, Graça Ventura Melo, frisou a sua satisfação em celebrar o 35º aniversário e a nova denominação daquela unidade orgânica.

“Armando Côrtes-Rodrigues foi considerado, na sua época, o príncipe dos poetas açorianos. Foi, sem dúvida, um homem das letras, que cantou o seu povo e sempre se orgulhou das suas raízes vila-franquenses”, referiu, frisando que, com a denominação da Escola “perpetuaremos o seu nome, estará sempre com alunos, professores, e comunidade educativa, no dia a dia desta instituição”.

Após as intervenções, foram homenageados os antigos Presidentes do Conselho Executivo da Escola, bem como vários funcionários há muitos anos ligados “à casa”, e foi apresentada uma exposição sobre a vida e obra de Armando Côrtes-Rodrigues.

No final da cerimónia, houve lugar ao descerramento da nova denominação da Escola, na entrada norte do estabelecimento de ensino.