PUB

Vox Cordis celebra “O Mundo da Música”com dois concertos distintos que juntam uma centena de músicos

A Vox Cordis – Associação Musical, no âmbito do seu festival anual, “The Music World”, vai realizar dois concertos que decorrerão nos próximos dias 28 e 29 de outubro e que têm lugar na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no Lajedo, em Ponta Delgada.

Os dois concertos têm início às 21h30 e são de entrada livre, numa co-produção com a Ruído-Audiovisuais.

PUB

Imbuída pelo espírito com que rege todas as edições do festival “The Music World”, a Vox Cordis organizou dois momentos musicais distintos para decorrerem nos dois dias do referido festival.

No dia 28, sexta-feira, às 21h30 terá lugar o concerto intitulado “Encruzilhadas musicais de Helena Castro Ferreira”, tendo como intervenientes: Helena Castro Ferreira, Mariana Rocha, Raquel Dutra, João Ponte e Válter Ponte que interpretarão “Ensemblesdiversos”, num evento cuja direção artística está a cargo da conceituada artista que dispensa apresentações musicais – Helena Castro Ferreira-que juntará à sua volta, outros nomes sonantes do panorama musical açoriano.

Já no dia 29, sábado, também com início marcado para as 21h30, e no mesmo local, tem lugar o “Concerto para a Paz no Homem e na Terra” que conta com o coro da Vox Cordis e a Banda Fundação Brasileira, concretizando-se o início de uma vontade que vem sendo acalentada pelas duas formações há diversos anos.

A estes juntam-se, como solistas: a soprano lírica, Helena Castro Ferreira e o tenor, João Pontee Svetlana Pascoal no teclado. A direção musical está a cargo de Marco Torre e de Odilardo Rodrigues.

O Festival “The Music World” é uma celebração da música do mundo, acolhendo todos os gêneros musicais”, sendo dirigido a todos os públicos, incentivando o gosto pela música, especialmente entre as gerações mais novas.

Este Festival organizado desde 2016 pela Associação Vox Cordis desde a sua primeira edição, quer ser: um polo de atracão ao nível cultural e artístico, mobilizando artistas, coletivos e singulares; uma oferta cultural a fixar-se naquela época do ano;  e também ao nível educativo, mobilizando docentes e alunos a celebrarem e aprenderem mais sobre a música, constituindo mais um caminho indutivo de aprendizagem e formação tanto ao nível dos homens de amanhã, como dos que têm de percorrer, hoje em dia, a via do ensino e da formação.

Pub