Festival Lagoa Bom Porto promove reflexão sobre Raia e atividade piscatória

Decorreu no Porto dos Carneiros, no dia 22 do corrente mês, a Conferência “Pesca na Ilha”, inserida no Festival Lagoa Bom Porto, numa organização conjunta entre a Câmara Municipal de Lagoa, a Direção Regional de Pescas, a Federação das Pescas dos Açores e a Associação de Pescadores Lagoa Bom Porto.

Esta iniciativa promoveu uma reflexão na área da investigação, produção, gestão e restauração, sobre a raia e a atividade piscatória.

A iniciativa “Pesca na Ilha”, segundo o Diretor Regional Luis Rodrigues, é uma das medidas da Direção Regional das Pescas e uma das suas preocupações e responsabilidades prioritárias,  para avançar para “a valorização e capacitação das pessoas, sendo importante que se invista, cada vez mais, na formação, na escolarização, na sensibilização e, neste sentido, tem havido um grande investimento”.

De acordo com a vereadora da Câmara Municipal de Lagoa, Albertina Oliveira, a conferência “enaltece esta edição do Festival Lagoa Bom Porto, que durante quatro dias consecutivos proporciona momentos de reflexão sobre um setor muito importante da região, aliada ao convívio, à boa música e ao sabor da boa gastronomia local. Este evento pretende valorizar e dar a conhecer a importância social, cultural e económica que o mar e a atividade piscatória têm no concelho e na região”.

Além disso, a vereadora salientou “o papel determinante do mar e dos pescadores, principalmente tendo em conta que a atividade piscatória é um fator importantíssimo da nossa identidade lagoense, do passado, do presente e do futuro. A atividade piscatória tem uma relevante importância para a situação socioeconómica da nossa população e, muito em particular, para os que dependem do setor da pesca, contribuindo para o desenvolvimento local, para além de constituir uma matriz cultural que interessa preservar”.

Albertina Oliveira lembrou, ainda, que “a Câmara Municipal de Lagoa tem a plena consciência das necessidades e constrangimentos dos nossos pescadores, tendo realizado obras de ampliação e de beneficiação no Gabinete de Atendimento ao Pescador, com vista a usufruírem de melhores condições de apoio à realização da sua atividade”.

Presentes nesta conferência estiveram, também, o presidente da Federação das Pescas dos Açores, Gualberto Rita, o presidente da Associação de Pescadores Lagoa Bom Porto, Emanuel Cordeiro e o responsável pelo Plano de Recolha de Dados da Direção Regional das Pescas, Hugo Diogo. Ruben Maciel fez uma apresentação sobre a gestão da pesca, mais propriamente apresentou o diagnóstico de capturas e vendas da raia, nos últimos dez anos. Finalmente, o Chef  Rui Medeiros, da Escola de Hotelaria e Formação Turística de Ponta Delgada, apresentou a sua mais recente criação, a nova iguaria feita propositadamente para o Festival Lagoa Bom Porto, o  pastel de raia.

De referir que, a Festa em Honra de São Pedro Gonçalves Telmo decorre, há doze anos, na Lagoa e, ano após ano, tem se vindo a tornar-se mais visível e atrativa, juntando várias atividades nas vertentes religiosa, musical, gastronómica, recreativa e desportiva.