Pub

O FC Porto foi hoje a casa do Boavista vencer por 4-1, na 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, impondo-se no dérbi da Invicta para se aproximar, provisoriamente, do líder Benfica.

No último encontro antes da pausa no campeonato para se disputar o Mundial2022, a partir de 20 de novembro, o espanhol Iván Marcano (41 minutos), o canadiano Stephen Eustáquio (64) e o brasileiro Galeno (83 e 90+2) fizeram os golos dos portistas, contra um autogolo de Diogo Costa para a equipa da casa, aos 90+1.

Depois de um arranque equilibrado do dérbi portuense, foi um pontapé de canto que desbloqueou a partida para os ‘dragões’, com o espanhol Marcano, que já tinha marcado ao Mafra (3-0) para a Taça de Portugal, a meio da semana, a voltar aos golos, aos 41 minutos.

O norte-americano Reggie Cannon, um dos ausentes ‘ilustres’ da seleção dos Estados Unidos, acabou expulso por acumulação de amarelos, aos 58, e tornou ainda mais difícil a missão de recuperação dos ‘axadrezados’.

Uma boa jogada de equipa deu o 2-0, com Otávio a encontrar Taremi na área e o iraniano a assistir de cabeça o médio canadiano, que sentenciou o encontro, ainda que tenham ‘chovido’ mais golos na reta final.

 

O brasileiro Galeno ampliou a vantagem aos 83, mas um livre de Kenji Gorré foi bater nas costas do guarda-redes Diogo Costa, aos 90+1, dando uma pequena esperança ao Boavista, prontamente ‘apagada’ no minuto seguinte, com o ‘bis’ de Galeno, em contra-ataque.

Com o treinador Sérgio Conceição na bancada, por suspensão, os ‘azuis e brancos’ conseguiram evitar percalços, chegando aos 29 pontos, agora a cinco do líder Benfica, que só joga domingo, e reforçando o segundo lugar, com mais quatro pontos em relação ao terceiro, Sporting de Braga, também com menos um jogo.

Do lado dos boavisteiros, que somaram o sexto jogo seguido sem vencer na I Liga, novo desaire deixa-os à mercê de caírem na tabela classificativa, em que para já estão em 10.º, com 17 pontos.

Antes, o Rio Ave conseguiu a primeira vitória fora de casa, à 13.ª ronda da I Liga, ao triunfar em casa do Arouca num jogo com duas grandes penalidades a favor dos vila-condenses, só uma convertida.

 

O ganês Yakubu Aziz marcou o primeiro, aos 59 minutos, e assinou o único golo do encontro, já que o compatriota Boateng rematou para defesa do uruguaio Arruabarrena, cinco minutos depois.

Contas feitas, os comandados de Luís Freire venceram pela quarta vez nas últimas seis rondas e chegaram aos 18 pontos, aproximando-se dos arouquenses, que não perdiam há oito jogos em todas as competições, seis na I Liga.

Assim, os rioavistas ascenderam ao nono lugar, logo abaixo do Arouca.

No domingo, o líder Benfica recebe o ‘aflito’ Gil Vicente pelas 18:00, à mesma hora em que o quarto classificado Casa Pia recebe o Desportivo de Chaves, já depois do Paços de Ferreira-Vizela e do Vitória de Guimarães-Marítimo, ambos marcados para as 15:30.

Também às 18:00, o Portimonense recebe o Sporting de Braga, terceiro classificado da I Liga, agora a quatro pontos do FC Porto, com o Sporting, quinto, a visitar o Famalicão pelas 20:30.

O último jogo antes da pausa é disputado na ilha de São Miguel, nos Açores, com o Santa Clara, sem perder há três jogos, a receber o Estoril, numa série de três partidas sem vencer, pelas 20:15 (horas de Lisboa) de segunda-feira, no fecho da 13.ª jornada.

Pub