Pub

Sérgio Conceição e Ruben Amorim registam três vitórias cada um no confronto direto entre os atuais técnicos de futebol de FC Porto e Sporting, respetivamente, que se defrontam no sábado pela 11.ª vez nas suas carreiras.

O treinador dos ‘dragões’, no entanto, logrou deixar tudo empatado com o homólogo dos ‘leões’ apenas na época passada, graças a dois triunfos noutros tantos encontros das meias-finais da Taça de Portugal, por 2-1, em Alvalade, e por 1-0, no ‘Dragão’.

Na primeira mão, em Lisboa, o Sporting adiantou-se por Sarabia (49 minutos), mas Taremi (59, grande penalidade) e Evanilson (64) levaram o FC Porto em vantagem para a segunda mão, que Sérgio Conceição voltou a vencer, por 1-0 (Toni Martínez, 82).

Antes disso, o antigo extremo de FC Porto, Parma, Lazio e Inter Milão, de 47 anos, conseguira apenas um triunfo sobre Ruben Amorim, precisamente na primeira vez em que se enfrentaram em representação dos seus atuais clubes, em 2019/20, num jogo que selou o 29.º título dos ‘dragões’.

Já o antigo médio de Benfica, Belenenses e Sporting de Braga, de 37 anos, foi implacável contra Conceição enquanto esteve ao serviço do Sporting de Braga, com dois triunfos, por 2-1 e 1-0 nas duas primeiras vezes em que se defrontaram, ambas em 2019/20, mas só venceu o seu rival ao serviço dos ‘leões’ numa ocasião, logo na época seguinte.

Nesse encontro disputado em campo neutro, a contar para as meias-finais da Taça da Liga, Marega (79) adiantou a equipa de Sérgio Conceição, mas Jovane Cabral (86 e 90+4) inverteu o marcador e colocou Ruben Amorim na sua segunda final da competição, que viria a conquistar pela segunda vez.

A primeira Taça da Liga tinha sido conquistada na final da época anterior, ainda ao serviço dos bracarenses, graças ao segundo triunfo da sua carreira sobre Conceição, por 1-0 (Ricardo Horta, 90+5), em 25 de janeiro de 2020, escassos oito dias após vencer o primeiro confronto entre ambos, por 2-1, no Dragão – Tiquinho Soares marcou para os portistas, enquanto Fransérgio e Paulinho 75 assinaram o tentos dos ‘arsenalistas’.

O jovem técnico rumou, depois, a Alvalade e ‘caiu’ no primeiro encontro de ‘verde e branco’ com Conceição, mas, depois, encarrilou cinco jogos sem perder: vitória na meias-finais da Taça da Liga e empates em quatro jogos da I Liga.

Em 17 de outubro de 2020, na quarta ronda da I Liga 2020/21, o então campeão em título FC Porto virou o tento inaugural de Nuno Santos (nove minutos) com golos de Uribe (25 minutos) e Corona (45), mas o suplente Luciano Vietto (87) faria o 2-2 final no Estádio José Alvalade.

Seguiu-se o triunfo de Amorim nas meias-finais da Taça da Liga, em 19 de janeiro de 2021, e menos de um mês depois, em 27 de fevereiro, disputou-se o jogo da segunda volta do campeonato, com o Sporting a chegar com 10 pontos de avanço ao Dragão, à 21.ª jornada, e a aproximar-se ainda mais do cetro, que viria a conquistar, com um ‘nulo’ (0-0).

Na época passada, em 11 de setembro de 2021, na jornada cinco, o Sporting adiantou-se por Nuno Santos (16 minutos), como no ano anterior, mas, na segunda parte (72), o colombiano Luis Díaz, entretanto vendido ao Liverpool, restabeleceu o empate (1-1).

Já em 2022, em 11 de fevereiro, o Sporting chegou a liderar por 2-0 no Dragão, com tentos de Paulinho (oito minutos) e mais um de Nuno Santos (34), mas Fábio Vieira reduziu (38) e, num altura em que os ‘leões’ jogavam com 10, por expulsão de Coates, Taremi selou o 2-2 final (78).

O empate acabou por ser, desta vez, muito favorável para os portistas, que se mantiveram com seis pontos de avanço face aos campeões nacionais em título, diferença pela qual acabaram por celebrar a conquista do título na última jornada.

Depois desse empate, Conceição venceu os dois jogos seguintes, para a Taça de Portugal, e nivelou o histórico de confrontos com Amorim (3-3), ficando em vantagem nos golos (12-11) e passando a ‘mandar’ no seu histórico particular com o Sporting.

Com essas duas vitórias, em Alvalade e no Dragão, Conceição passou a somar sete triunfos e seis derrotas face aos ‘leões’, mais 13 empates, em 26 jogos, com 25-31 em golos, sendo que, pelo FC Porto, conta sete vitórias, nove empates e apenas duas derrotas, com 21-15 em golos.

Em 18 embates pelo FC Porto, Conceição só perdeu – excluindo desempates por penáltis – na segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal de 2017/18 (0-1 após prolongamento) e em 2020/21, nas meias-finais da Taça da Liga.

Quanto aos embates por Olhanense (um), Académica (dois), Sporting de Braga (três) e Vitória de Guimarães (dois), nunca bateu o Sporting, somando quatro empates e outros tantos desaires, com 4-16 em golos.

O 27.º duelo de Sérgio Conceição com o Sporting e 11.º de Rúben Amorim com o FC Porto e com o seu atual treinador está marcado para sábado, às 20:30, no Estádio do Dragão, no Porto.

Pub