Pub

Rúben Amorim tem mais uma vitória do que Sérgio Conceição no confronto direto entre os atuais técnicos das equipas principais de futebol de Sporting e FC Porto, respetivamente, que se defrontam na quinta-feira pela 10.ª vez.

O ex-médio de Benfica, Belenenses e Sporting de Braga, de 37 anos, ganhou três vezes ao antigo extremo de FC Porto, Parma, Lazio e Inter Milão, de 47, que soma, por seu lado, dois triunfos, um deles no último embate entre ambos.

Em 02 de março, em Alvalade, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, o Sporting adiantou-se aos 49 minutos, por intermédio do espanhol Sarabia, mas o iraniano Taremi, aos 59, de penálti, e o brasileiro Evanilson, aos 64, selaram a reviravolta, dando o triunfo ao FC Porto por 2-1.

Conceição somou, assim, o segundo triunfo sobre Amorim, que só havia batido uma vez, na estreia deste pelos ‘leões’, num jogo que selou o 29.º título dos ‘dragões’.

Na 32.ª ronda da I Liga 2019/20, em 25 de julho de 2020, um golo de Danilo, aos 64 minutos, e outro do maliano Marega, aos 90+1, valarem aos ‘azuis e brancos’ um triunfo por 2-0 e a celebração do cetro, com duas jornadas por disputar.

Antes deste encontro, Amorim, ainda no Sporting de Braga, tinha sido implacável face a Conceição, com dois triunfos num curto espaço de oito dias: 2-1 no Dragão, para o campeonato, em 17 de janeiro de 2020, e 1-0 na final da Taça da Liga, no dia 25, em Braga, mas oficialmente em campo neutro.

No primeiro jogo, para a ronda 17 da I Liga, os ‘arsenalistas’ triunfaram com golos de Fransérgio e do agora ‘leão’ Paulinho, num jogo em que os portistas falharam dois penáltis, por Soares, autor do tento dos ‘dragões’, e Alex Telles.

Uma semana depois, as duas equipas voltaram a encontrar-se, no ‘neutro’ Municipal de Braga e Amorim acabou novamente a sorrir, agora graças a um golo de Ricardo Horta mesmo a acabar, aos 90+5 minutos, para arrebatar a Taça da Liga.

O jovem técnico rumou, então, a Alvalade e ‘caiu’ no primeiro encontro com Conceição de ‘verde e branco’, para, depois, encarrilou cinco jogos sem perder: vitória na meias-finais da Taça da Liga e empates nos últimos quatro jogos da I Liga.

Em 17 de outubro de 2020, na ronda 4 da I Liga 2020/21, o então campeão em título FC Porto virou o tento inaugural de Nuno Santos (nove minutos) com golos de Uribe (25 minutos) e Corona (45), mas o suplente Luciano Vietto (87) faria o 2-2 final.

Em Leiria, em 19 de janeiro de 2021, os dois técnicos reencontraram-se nas meias-finais da Taça da Liga e, mais uma vez, Conceição parecia destinado a bater Amorim, quando, aos 79 minutos, Marega colocou os ‘azuis e brancos’ em vantagem.

Na parte final, ‘emergiu’, porém, outro suplente, desta vez Jovane Cabral, que, lançado aos 77 minutos, ainda com o marcador em ‘branco’, conseguiu a reviravolta (2-1) com um ‘bis’, selado com tentos aos 86 e já nos descontos, aos 90+4.

Menos de um mês depois, em 27 de fevereiro, disputou-se o jogo da segunda volta do campeonato, com o Sporting a chegar com 10 pontos de avanço ao Dragão, à 21.ª jornada, e a aproximar-se ainda mais do cetro, que viria a conquistar, com um ‘nulo’.

Na presente época, em 11 de setembro de 2021, na jornada 5, o Sporting adiantou-se por Nuno Santos (16 minutos), como no ano anterior, mas, na segunda parte (72), o colombiano Luis Díaz, entretanto vendido ao Liverpool, restabeleceu o empate (1-1).

Já em 2022, em 11 de fevereiro, o Sporting chegou a liderar por 2-0 no Dragão, com tentos de Paulinho (oito minutos) e mais um de Nuno Santos (34), mas Fábio Vieira reduziu (38) e, após a injusta expulsão de Coates (49) – o primeiro amarelo foi muito mal mostrado -, Taremi selou o 2-2 final (78).

O empate acabou por ser, desta vez, muito favorável para os portistas, que se mantiveram com seis pontos de avanço face aos campeões nacionais em título – agora são nove.

Depois deste empate, Conceição impôs-se na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal por 2-1 e, desta forma, vai entrar na quinta-feira em vantagem para o segundo jogo, no qual até pode perder por 1-0, pois os golos fora valem a ‘dobrar’.

Nesse embate, o treinador do FC Porto pode nivelar os duelos com Amorim, ficando em vantagem pelos golos (11-11 de momento), e, por outro lado, passar a ‘mandar’ no seu histórico particular com o Sporting.

Com a recente vitória em Alvalade, Conceição soma seis vitórias e outros tantas derrotas face aos ‘leões’, mais 13 empates, em 25 jogos, com 24-31 em golos, sendo que, pelo FC Porto, conta seis vitórias, nove empates e apenas duas derrotas, com 20-15 em golos.

Em 17 embates pelo FC Porto, Conceição só perdeu – excluindo desempates por penáltis – na segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal de 2017/18 (0-1 após prolongamento) e a época passada, nas meias-finais da Taça da Liga.

Quanto aos embates por Olhanense (um), Académica (dois), Sporting de Braga (três) e Vitória de Guimarães (dois), nunca bateu o Sporting, somando quatro empates e outros tantos desaires, com 4-16 em golos.

O 26.º duelo de Sérgio Conceição com o Sporting e 10.º de Rúben Amorim com o FC Porto e o seu atual treinador está marcado para quinta-feira, às 20:15, no Estádio do Dragão, no Porto, e conta para a segunda mão da meias-finais da Taça de Portugal.

Pub