PUB

O Subsecretário Regional da Presidência, Pedro de Faria e Castro, participou esta semana na 50.ª Assembleia-Geral da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas da Europa (CRPM), que se realizou em Creta na Grécia.

“Esta Assembleia-Geral decorre num momento importante para o futuro das regiões europeias, que devem encontrar formas de cooperação política e institucional entre si, com os respetivos Estados e com as instituições da União Europeia para superarem as dificuldades impostas pela pandemia da covid-19 e pela invasão da Ucrânia pela Rússia”, declara o titular da pasta dos Assuntos Europeus.

A solidariedade com o povo ucraniano esteve na ordem do dia, tendo Faria e Castro apresentado a visão do Governo dos Açores sobre esta matéria, referindo o acolhimento disponibilizado aos refugiados ucranianos.

PUB

A declaração final da Conferência, aprovada por unanimidade, procura demonstrar o potencial e mais-valia que a CRPM e os seus membros representam para fortalecer o projeto europeu e pede, assim, que estas regiões sejam encaradas pelas instituições europeias como parceiros sólidos em qualquer circunstância da construção europeia.

No debate que precedeu a aprovação da declaração final, Faria e Castro alertou para a necessidade de se acautelarem as especificidades de cada parcela territorial no processo de coesão europeia, tendo em conta algumas posições de importantes responsáveis e instituições europeias que sugerem a diluição de princípios como a subsidiariedade, a proximidade política e a transparência.

A Conferência das Regiões Marítimas Periféricas reúne mais de 150 regiões de 24 países e representa cerca de 200 milhões de pessoas.

Pub