PUB
Chef Gualter Rainha

A receita que partilho hoje é uma das minhas receitas preferidas. O falafel é um pastel à base de grão-de-bico especiarias e ervas aromáticas de origem Árabe. Esta é uma das receitas que me pedem mais assiduamente em casa, como snack, quer como prato principal, dado que o grão-de-bico é rico em proteínas de origem vegetal.

A combinação das especiarias e das ervas aromáticas é maravilhosa, e a crosta estaladiça é uma verdadeira perdição. É um vício, acredite!

Relativamente às ervas frescas, quem não gostar de coentros ou de salsa, basta adaptar e colocar mais do tipo que mais gosta.

PUB

O thaíne, é uma pasta à base de sementes de sésamo. Para fazer esta pasta basta tostar as sementes de sésamo um pouco, e depois com a ajuda de um processador de alimentos com alguma potência triturar durante alguns minutos até as sementes se convertam numa espécie de creme sedoso, tipo manteiga de amendoim. Poderá demorar alguns minutos até conseguir. Convém ir rapando as laterais do robô para ir triturando todo o conteúdo das sementes de forma uniforme. Caso não queira fazer a pasta thaíne, podem comprar em supermercados. Para substituir o thaíne na receita, podem aumentar a quantidade de sementes de sésamo na receita, juntem mais 3 colheres de sopa de sementes de sésamo trituradas.

Vamos à receita!!

Ingredientes

  • 1/2 kg de grão de bico seco demolhado
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola
  • Cerca de 60 g de salsa fresca
  • Cerca de 60 g de coentros frescos
  • 30 g de hortelã
  • 4 colheres de farinha de trigo ou amido de milho
  • 1 colher (chá) de cominhos em pó
  • 1 colher (café) de canela em pó
  • Pimenta preta q.b.
  • 1 colher de sopa de thaine
  • 2 colheres de sopa de sementes de sésamo tostadas
  • Sal q.b.

Instruções

  1. Comece por demolhar o grão de bico de um dia para o outro. Antes de o usar, escorra-o e lave-o bem. Deixe escorrer um pouco.
  2. Com a ajuda de um processador de alimentos, comece por triturar o grão, até conseguir uma espécie de pedacinhos pequenos.
  3. Junte os restantes ingredientes, e volte a triturar tudo, de forma a que a mistura fique homogénea e moldável.
  4. Dê o formato de bolinhas pequenas, meio achatadas. Frite-as em azeite ou óleo de ambos os lados, até ficarem douradinhos. Pode igualmente assar no forno, caso não os queira fritar.
  5. Pode servir como petisco ou prato principal, baba ganuche, ou húmus, que são ótimos cremes para acompanhar.
  6. Pode servir com cuscuz, por exemplo, saladas, ou outros acompanhamentos do seu agrado.

Chef Gualter Rainha Facebook clique aqui

https://cozinhadesentidos.blogs.sapo.pt

 

Pub