Facebook arranca hoje com campanha para identificar desinformação

Mark Zuckerberg, presidente do Facebook

O Facebook arranca hoje com uma campanha de literacia digital em 42 países, incluindo Portugal, “desenhada para ajudar as pessoas a detetar falsas notícias”, disse à Lusa o responsável pelas parcerias do Facebook com a imprensa na Europa Central.

“Estamos a trabalhar muito para melhorar a fiabilidade da informação no Facebook”, afirmou Guido Buelow, salientando o trabalho que a rede social tem vindo a fazer para combater a desinformação.

“É uma responsabilidade que levamos muito a sério”, salientou, apontando várias iniciativas do Facebook como reduzir a distribuição de conteúdos falsos, o trabalho desenvolvido com mais de 70 ‘fact-checkers’ [verificadores de factos] em mais de 50 línguas, entre outras.