Sandra Rocha, natural de Angra do Heroísmo, na Terceira, e Manuela Marques, de Tondela, residem atualmente em Paris e trazem trabalhos em fotografia e em vídeo em que exploram o território dos Açores, que podem ser visitados até 20 de outubro, no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas.

“Estação Meteorológica” é o resultado de um trabalho desenvolvido, ao longo dos últimos dois anos, pelas artistas, a convite da Direção Regional da Cultura, através do Arquipélago.

Este projeto “partiu exatamente desta natural definição de uma identidade diferenciada e que permite aos artistas a conceção e o desenvolvimento de projetos em total liberdade, e que demonstram como este território é, invariavelmente, um objeto de trabalho que não se esgota em qualquer precisão da sua geografia”, explica Fátima Marques Pereira, diretora do Centro de Artes Contemporâneas, citada em nota de imprensa.

O Arquipélago vai acolher ainda vários eventos no âmbito da parceria com o festival de artes Walk & Talk, como o filme-concerto que marca a estreia de “East Atlantic”, de Miguel C. Tavares e José Alberto Gomes, que acontece hoje, às 19:00, ou a performance “Burning Pricks”, de António Branco e Riccardo T, agendada para 18 de julho.