Pub

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) nos Açores desconvocou hoje a greve marcada para segunda e terça-feira na região, destacando o “empenho” do presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, nas negociações com a classe.

Após o empenho do presidente do Governo Regional, dr. Vasco Cordeiro, nas negociações, estão criadas as condições para desconvocar a greve que está anunciada para os dias 28 e 29 de setembro“, diz nota enviada às redações pelo sindicato.

O texto não concretiza se a classe e o executivo chegaram a um entendimento, dando nota apenas da desconvocação da greve.

Na semana passada, em carta aberta aos açorianos, o sindicato pedia desculpa antecipada e lamentava o recurso à greve em tempo de pandemia covid-19, advogando que não restava outra alternativa.

“A Direção Regional dos Açores do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses lamenta e antecipadamente pede desculpa a todos os açorianos, principalmente aos utilizadores do Serviço Regional de Saúde, pelos transtornos que venham a ser causados nos próximos dias 28 e 29 de setembro“, era referido em comunicado.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses nos Açores marcou a paralisação para reivindicar a contagem integral do tempo de serviço.

Em causa está a contagem do tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira e uma divergência entre o Governo açoriano e o sindicato sobre o número de anos a contabilizar.

Pub