Luciano Melo, Presidente do Núcleo de Empresários da Lagoa – NELAG
Pub

Em comunicado, os empresários afirmam que vêem “com grande preocupação o aumento do salário mínimo nacional” e pretendem que “as empresas sejam ajudadas a suportar o aumento com o pagamento único de 85% do incremento anual resultante na Taxa Social Única (TSU), por cada trabalhador abrangido pela medida para o ano 2022, com retroatividade a 2021”.

Os empresários – que enviaram um ofício ao presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro – recordam que, nos últimos oito anos, o salário mínimo subiu 231 euros, “representando um rude golpe no frágil tecido empresarial da região, ainda a braços com os efeitos da pandemia” de covid-19.

Os organismos representativos dos empresários pretendem, “de forma a minimizar os dramáticos impactos que a combinação do aumento dos fatores de produção e dos gastos de funcionamento terão nas empresas”, que, “à semelhança do que acontece no continente português, e com os mesmos critérios adotados, as empresas sejam ajudadas a suportar o aumento do salário mínimo regional, com o pagamento único de 85% do incremento anual resultante na Taxa Social Única, por cada trabalhador abrangido pela medida, pelo ano 2022, e com retroatividade a 2021”.

A CCAH e o NELAG afirmam que, “até ao momento, não foi feita a extensão do apoio de 2021 às empresas açorianas, que se sentem discriminadas negativamente face às suas congéneres nacionais”.

Pub

Os empresários consideram que estão confrontados com um “duplo problema: os aumentos dos encargos mensais com o pessoal” e a “aproximação crescente do salário mínimo aos salários médios das empresas”.

Para os representantes dos empresários, esta medida “agravará a débil situação do tecido empresarial, podendo levar ao fecho de inúmeras empresas”.

Os empresários ressalvam que acresce o “aumento das matérias-primas e da energia nos mercados internacionais, aumento esse que na maioria das situações tem sido absorvido pelas empresas”.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Pub