Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

Finalmente chegou o tão esperado momento do regresso das emoções do ciclismo de estrada à ilha de São Miguel: o Grande Prémio dos Açores / Volta a São Miguel, edição de 2021, é uma realidade e vai realizar-se entre 22 e 24 de maio, trazendo aos Açores catorze formações nacionais e internacionais que irão percorrer, durante os três dias de prova, as magnificas estradas da ilha de São Miguel, sempre timbradas pelo seu idílico cenário de natureza luxuriante.

A prova, que é reservada a atletas da categoria Sub23, é organizada pela Associação de Ciclismo dos Açores, em parceria com a Bike Mais – ACDR, está inscrita no calendário nacional da União Velocipédica Portuguesa-Federação de Portuguesa de Ciclismo (UVP-FPC) sendo composta por três etapas, com extensão total de 345 quilómetros.

Este é o primeiro evento desta dimensão realizado pela Associação de Ciclismo dos Açores sob presidência de Mário Marques. Para o novel dirigente “esta prova é um verdadeiro desafio para a ACA, dado que estamos a viver um período de pandemia e sentimos o peso da responsabilidade para que tudo corra bem”, refere. Continua o presidente da Associação de Ciclismo dos Açores, afirmando, confiante, que “a nossa equipa organizou um magnífico trabalho, em parceria e total sintonia com o Governo dos Açores, com a Comissão Especial da Luta Contra a Pandemia de Covid-19 e ainda com a UVP-FPC para que possamos proporcionar aos atletas o regresso à competição nas melhores condições de segurança e higiene, assim como aos demais envolvidos. Agradecemos, naturalmente, a todos os intervenientes pelo trabalho efetuado que permitirá agora realizar o Grande Prémio dos Açores/Volta a São Miguel”, conclui.

Jorge Medeiros é o diretor de prova e explica que “tivemos, literalmente, que reinventar a roda, permitam-me a expressão, para levar a cabo esta prova. Sendo o ciclismo uma modalidade coletiva que não implica contato físico e apresenta-se como de baixo risco, ainda assim, preparamos todo um conjunto de medidas para fazer face a eventuais receios por parte dos intervenientes, independentemente do seu papel”, explica. O diretor de prova do Grande Prémio dos Açores/Volta a São Miguel, continua, explicando que “se todos cumprirem com o seu papel, temos a certeza que o foco de atenção deste Grande Prémio dos Açores/Volta a São Miguel estará centrada na luta que se espera entre os vários participantes das 14 formações presentes, num total de 84 atletas, com origem em vários pontos do país e ainda de Espanha, pelo que se adivinha uma grande prova”, refere.

A prova conta com o apoio do Governo dos Açores, nomeadamente da Direção Regional do Turismo. Rosa Costa, a titular do órgão governativo, afirma que “este evento tem o apoio da Secretaria Regional dos Transportes, Turismo e Energia, através da Direção Regional do Turismo, tendo em conta o seu interesse para o enriquecimento da vertente da animação turística e o seu efeito multiplicador ao nível da promoção dos Açores, no exterior, como um destino turístico especialmente vocacionado para atividades em contato com a natureza, como é o caso do ciclismo.

O Grande Prémio dos Açores/Volta a São Miguel realiza-se entre 22 e 24 de maio, prometendo ser a prova que marca o regresso do ciclismo de competição ao mais alto nível ao Arquipélago, após paragem de todas as atividades fruto das normas impostas pelas Autoridades de Saúde nacionais e regionais para fazer face à pandemia de Covid-19. Acompanhe todas as incidências da prova em www.aca.pt ou em facebook.com/aca.azores.

Pub