“Esta embarcação foi cautelarmente apreendida pela inspeção de pescas irlandesa e reencaminhada para o porto”, esclareceu o ministério, sem precisar qual porto.

A Lusa questionou a tutela, depois de as Forças de Defesa da Irlanda revelarem hoje, na sua página oficial, de que uma embarcação de pesca registada em Portugal tinha sido sinalizada a aproximadamente 200 milhas náuticas a sul da Fastnet Rock.

Em causa está a deficiente sinalização das artes de pesca nos termos da regulamentação europeia de controlo, adiantou o ministério tutelado por Ana Paula Vitorino.

Na nota, o Ministério do Mar revelou ainda que o armador está a tratar das diligências necessárias na Irlanda, nomeadamente o pagamento da caução fixada em 105 mil euros.