Pub

Num comunicado do partido, o deputado do PSD/Açores António Vasco Viveiros “manifesta satisfação com os dados do Indicador de Atividade Económica, que revelam um aumento de 0,8%, ou seja, o primeiro valor positivo desde o início da pandemia”.

“Pela primeira vez desde março de 2020, a economia regional entra em terreno positivo”, afirmou o social-democrata, citado na nota de imprensa, considerando “essenciais” para a recuperação os apoios do Governo Regional às empresas.

Elaborado pelo Serviço Regional de Estatística dos Açores, o Indicador de Atividade Económica, que a Lusa hoje consultou, apresentou em maio de 2021 “um aumento de 0,8%”, estando em causa “o primeiro valor positivo obtido por este indicador desde março de 2020, mês em que a pandemia de covid-19 começou a ter maior impacte em Portugal e na Região”.

Para o deputado António Vasco Viveiros, “as medidas de apoio às empresas têm sido relevantes, sendo que o Programa APOIAR.PT Açores, implementado pelo Governo Regional desde janeiro de 2021, já injetou nas empresas a fundo perdido cerca de 20 milhões de euros”.

Pub

“O Programa de Apoio aos Custos Operacionais injetou cerca de três milhões de euros. Estes apoios têm-se revelado essenciais para a manutenção no mercado de muitas empresas”, frisou.

António Vasco Viveiros destacou também outros indicadores que “demonstram a melhoria da situação económica, ainda que com todas as dificuldades ou reservas decorrentes da pandemia”.

“São exemplos de relevo os indicadores do aumento do consumo de cimento nos últimos três meses em cerca de 26%, do consumo de energia elétrica em cerca de 9% ou do índice de vendas a retalho com um crescimento de 5%”, disse.

O deputado do PSD/Açores acrescentou que, “em matéria de apoios no âmbito do emprego, as políticas públicas têm sido muito relevantes para a manutenção do emprego e do combate à precaridade”.

“Acreditamos que o caminho da recuperação possa manter uma trajetória positiva, graças a políticas públicas ajustadas, quer pela via dos apoios diretos às empresas, quer pelas políticas fiscais que contribuem para a redução dos custos de contexto”, observou.

O deputado destacou a redução da taxa normal do IVA, em vigor desde 01 de julho, e a criação da ‘Tarifa Açores’, que permite a residentes no arquipélago realizar viagens interilhas por 60 euros, “cujo sucesso está a gerar um impacto muito positivo no turismo interno”, afirmou.

Segundo o parlamentar social-democrata, os recentes indicadores económicos positivos “desmentem claramente o discurso catastrofista do Partido Socialista e de Vasco Cordeiro”.

“O enorme esforço dos empresários e trabalhadores açorianos, apoiado pelas medidas deste Governo Regional, começa a dar frutos. Os indicadores estatísticos apontam para uma retoma da atividade económica, para a qual têm contribuído as medidas implementadas pelo Governo Regional”, vincou.

Quanto ao Indicador do Turismo do Serviço Regional de Estatística dos Açores, indica que, na Região Autónoma dos Açores, no mês de maio, no conjunto dos estabelecimentos hoteleiros, turismo no espaço rural e alojamento local se registaram 95,4 mil dormidas.

“De janeiro a maio de 2021, no conjunto dos estabelecimentos hoteleiros (hotéis, hotéis-apartamentos, apartamentos turísticos e pousadas), do turismo no espaço rural e do alojamento local da Região Autónoma dos Açores registaram-se 284,8 mil dormidas, valor inferior em 9,9% ao registado em igual período de 2020”, acrescenta.

Pub