É essencial ter uma voz dos Açores no Parlamento Europeu, realça André Bradford

É essencial ter uma voz dos Açores no Parlamento Europeu, realça André Bradford

 
 
00:00 / 1:10
 
1X
 

O candidato do PS/Açores às eleições Europeias do próximo dia 26 de maio realçou, esta segunda-feira, a importância de haver uma voz dos Açores no Parlamento Europeu.

André Bradford falava em São Jorge, após ter reunido com a direção e visitado a Fábrica de Conservas Santa Catarina, na Calheta.

Reconhecendo a atividade e a importância que esta tem na economia local, o socialista sublinhou os seus desafios, acrescentando que “empresas como esta devem ser defendidas junto da União Europeia com eficácia, empenho e conhecimento da Região”.

“Estamos a falar de uma fábrica com 140 trabalhadores, que labora 8 toneladas diárias de atum, com uma forte implantação na economia da ilha. Quem não conhecer e valorizar esta realidade pode incorrer num grave erro, querendo comparar a realidade Açoriana com outras realidades e com outras escalas, no plano Europeu”, alertou o Socialista Açoriano.

André Bradford aprofundou este pensamento, realçando que “as escalas económicas e empresariais não são comparáveis no centro da Europa e numa Região Ultraperiférica, como os Açores”.

Sobre a fábrica de Santa Catarina, o candidato do PS/Açores realçou que esta conserveira que “tem vindo a aumentar os seus resultados económicos e as suas produções”, através de “um modo de tratamento do peixe que valoriza a mão-de-obra e também através de uma forma de pescar que é sustentável”.

André Bradford sublinhou que estas são vantagens que “devem ser promovidas junto da União Europeia, no sentido de que os apoios concedidos neste tipo de indústria se adequem ao esforço que a mesma faz para continuar sustentável e com impacto na economia local”.

Para André Bradford a “marca de Santa Catarina é uma garantia de qualidade fora da Região”, evidenciada pelas suas “exportações para os mercados de Itália e Inglaterra”.

“Em qualquer dos casos a promoção assume especial importância, não apenas para o atum como para outros produtos regionais, que se enquadram em nichos de mercado que compram pela sustentabilidade e pelo modo de produção”, finalizou o candidato às eleições Europeias do próximo dia 26 de maio.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial