Pub

Num comunicado, o Comando Territorial dos Açores da GNR adianta que as 12 pessoas, “entre os 26 e os 55 anos”, foram identificadas na sequência de “várias denúncias de exploração de jogo ilícito”, que levaram à fiscalização de “diversos estabelecimentos de restauração e bebidas”.

Após a fiscalização foram elaborados “12 autos de contraordenação por diversas infrações fiscais, três autos de contraordenações por exploração de jogo ilegal e dez autos de notícia por crime de exploração de jogo ilegal”, lê-se no comunicado.

No decorrer da ação foram “apreendidas 16 máquinas de jogo ilegal e 600 euros em numerário”, adianta a GNR.

Pub