Dormidas em alojamento turístico caem para 4,5 milhões em março

Portugal recebeu mais 3,5% de hóspedes em março, num total de 1,8 milhões, mas registou menos 0,2% de dormidas, para 4,5 milhões, devido à quebra de turistas não residentes, revela hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

As dormidas de residentes cresceram 4,8%, quando tinham caído 3,8% em fevereiro, e as de não residentes recuaram 2,2%, mais do que a descida de 0,5% no mês anterior.

O INE ressalva que estes resultados “estão condicionados” pelos diferentes meses das épocas festivas face ao ano anterior, beneficiando do Carnaval em março de 2019 (que no ano anterior tinha sido em fevereiro), e pelo efeito base desfavorável da Páscoa em março de 2018 (quando este ano foi celebrada em abril).