“Acho que foi um discurso que também prestigiou e dignificou a nossa autonomia e os Açores”, disse Vasco Cordeiro, em declarações aos jornalistas, comentando a intervenção de Marcelo Rebelo de Sousa nas cerimónias do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que decorreram em Ponta Delgada, nos Açores.

O presidente do Governo açoriano sublinhou também que o discurso de Marcelo Rebelo de Sousa destacou a questão da “relação entre a Autonomia e o todo nacional”.

“Coloca aquilo que temos no fundo salientando ao longo do tempo que é exatamente esta relação entre a Autonomia e o todo nacional e a forma como aqui nos Açores essa autonomia serve também interesses do próprio Estado e, portanto, acho que foi um discurso que também prestigiou e dignificou a nossa autonomia e os Açores”, salientou.

Depois da Cerimónia Militar do 10 de junho na cidade de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, as comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas estendem-se ao final da tarde a Boston e Providence, nos Estados Unidos da América, com a presença do Presidente da República, do primeiro-ministro, António Costa, e do chefe do executivo açoriano.