“Dia da Viola da Terra” com actividades em todos os Concelhos de São Miguel

O ano de 2019 traz, pela primeira vez, a celebração do “Dia da Viola da Terra” no nosso Arquipélago, com eventos em pelo menos 7 Ilhas dos Açores.

Em São Miguel a programação, da responsabilidade da Associação de Juventude Viola da Terra, contará com iniciativas em todos os Concelhos da Ilha de28 de Setembro a 2 de Outubro, num cartaz muito diversificado e com actividades para um público muito abrangente.

As Comemorações iniciam-se a 28 de Setembro com o Concerto “Violas dos Açores”, que contará com tocadores de Viola de 5 Ilhas dos Açores: Alexandre Fontes (Santa Maria), Bruno Bettencourt (Terceira), Jorge Silva (Pico), Rafael Carvalho (São Miguel) e Renato Bettencourt (São Jorge).  O Concerto decorrerá pelas 17:30 no “Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas”, sendo de entrada livre mediante lotação da sala e levantamento de bilhete.

A 29 de Setembro associamo-nos ao Caloura Hotel Resort para a realização de um “Sunset Music” (Música ao pôr-do-sol). O Caloura Hotel Resort promove, nos últimos anos, de Junho à Setembro, todas as sextas-feiras, o “Festival Tradições”, com a exposição de produtos artesanais e actuações de grupos folclóricos. Promove ainda, 3 vezes por semana, música ao pôr-do-sol, para os seus hóspedes e visitantes, com músicos Açorianos, que apresentam música original, tradicional e improvisada. Foi o parceiro ideal para um Serão diferente, no Domingo, 29 de Setembro, às 19:30, direccionado a hóspedes e residentes.

No dia 1 de Outubro, Dia Mundial da Música, os alunos da EB1/JI da Ribeira Quente vão poder assistir a uma palestra sobre Viola da Terra seguida de um momento de experimentação de Violas da Terra.

No mesmo dia, pelas 21:00, o Centro Municipal de Actividades Culturais do Nordeste recebe um Concerto muito diversificado que contará com o Nordestense José Manuel Furtado e, ainda, com a Escola de Violas da Relva e com o trio “Musica Nostra” com Ana Medeiros (Violão e Voz), Rafael Carvalho (Viola da Terra) e Ricardo Melo (Viola da Terra), sendo um evento de entrada livre.

Para finalizar, a 2 de Outubro, escolhido como o “Dia da Viola da Terra”, decorrerá pelas 10:00 a actividade “A Viola no Museu”, no Museu Municipal de Vila Franca do Campo. Haverá uma visita à exposição de Violas do Museu seguida de uma breve palestra e experimentação de Violas da Terra por alunos da Escola de Vila Franca do Campo.

O Concerto de encerramento destas Comemorações decorrerá pelas 21:00 no Salão Nobre do Teatro Micaelense. Contará com Sofia Vidal, aluna que frequenta o 7.º Grau de Viola da Terra no Conservatório Regional de Ponta Delgada, seguindo-se o trio “Origens” com Carolina Constância (Violino), César Carvalho (Violão) e Rafael Carvalho (Viola da Terra). O evento é de entrada livre mediante lotação da sala e levantamento de bilhete.

A ideia de se instituir e comemorar o “Dia da Viola da Terra” nos Açores e Comunidades Açorianas, anualmente, surgiu no Cordas World Festival em 2018, num desafio da Associação MiratecArts aos músicos presentes no evento, tocadores de Viola de várias Ilhas dos Açores e elementos ligados a várias Associações Culturais. Ficou assim decidido que teria a sua primeira edição a 2 de Outubro de 2019, esperando-se que o dia venha a ser instituído oficialmente pelo Governo dos Açores.

Rafael Carvalho, responsável pela Associação de Juventude Viola da Terra tem referido que nunca se assistiu nos Açores a uma movimentação tão grande em torno da Viola da Terra, havendo ainda uma colaboração única entre várias Ilhas. Este “Dia da Viola da Terra” trouxe uma nova dinâmica e espicaçou as pessoas envolvidas dinamizarem diferentes actividades.

Refere, ainda, que existe este cartaz de eventos, organizado pela Associação de Juventude Viola da Terra, mas que todas as pessoas, ligadas à Viola ou não, podem se movimentar para celebrar o “Dia da Viola da Terra” de forma diferente, com as suas próprias iniciativas, uma vez que a Viola, como património cultural dos Açores, é um património de todos e a responsabilidade da sua perpetuação também.