Pub

Um homem de 30 anos, “com antecedentes criminais”, ficou “em prisão preventiva” por ser suspeito de vários furtos nos últimos dois meses em residências na cidade de Ponta Delgada, nos Açores, foi hoje revelado.

De acordo com um comunicado do Comando Regional da PSP, o homem foi detido por “suspeita da prática de vários crimes de furto qualificado, ocorridos nos últimos dois meses, no interior de várias residências da cidade de Ponta Delgada”, ilha de São Miguel.

A polícia suspeita que o homem seja responsável pela “autoria de, pelo menos, cinco furtos qualificados” que ocorreram “durante a noite”.

O suspeito terá estudado todos os locais e introduzia-se nas casas “de forma cuidada”, através de “janelas e de portas” que não estavam trancadas, apurou a PSP.

O Comando Regional da PSP adianta ainda que o acesso “foi realizado através de escalamento de paredes e introdução nos quintais das residências”.

Para já, a PSP tem este suspeito associado a cinco crimes de furtos, mas não coloca de parte a ligação do suspeito a outros crimes do mesmo tipo, pelo que as investigações vão prosseguir.

Segundo a polícia o suspeito tinha “como foco o furto de dinheiro, telemóveis, máquinas fotográficas e outros aparelhos eletrónicos, vestuário e artigos em ouro”.

Por “existir perigo de continuidade de atividade criminosa” pelo suspeito, a PSP emitiu mandados de detenção, fora de flagrante delito, detendo o suspeito.

Após ser presente a primeiro interrogatório judicial, o homem ficou com a medida de coação “mais gravosa, a prisão preventiva”.

Pub