Deputados do PS/Açores congratulam voto do PS sobre a Região

“Os deputados do Partido Socialista eleitos pelos Açores congratulam-se com a distinção obtida pela Região através da certificação concedida pelo Conselho Global de Turismo Sustentável (GSTC), que ocorreu na passada semana, aliás expressa no voto apresentado pelo PS, na Assembleia da República”, afirmaram esta sexta-feira os deputados do PS/Açores à Assembleia da República.

Não puderam, contudo, associar-se ao voto apresentado pelo Partido CHEGA, que faz o pior aproveitamento político de uma distinção obtida pela Região Autónoma dos Açores. “Na verdade, o que esta organização política faz é, através de um Voto de Congratulação, tecer considerações políticas que não devem merecer acompanhamento”, acrescentaram ainda.

Para Isabel Almeida Rodrigues, Lara Martinho e João Castro, a distinção de destino turístico sustentável, entregue pelo Global Sustainable Tourism Council (GSTC), e que torna os Açores a primeira região do País e o único arquipélago do mundo a ser distinguido com esta relevante e prestigiante distinção, “inscreve-se numa estratégia abrangente que o Governo dos Açores tem desenvolvido e vai, firmemente, continuar a desenvolver”.

No plano da República, recorde-se que já o XXI Governo Constitucional havia inscrito no seu Programa, a questão das Alterações Climáticas como o primeiro dos quatro eixos estratégicos desenhados”, referem os deputados, acrescentando ainda que “nunca um Governo em Portugal assumiu com esta determinação um compromisso desta natureza”.

Acrescentam ainda os deputados do PS/Açores à Assembleia que “as considerações políticas subjacentes ao Voto de Congratulação ora proposto pelo Partido CHEGA, tornam inviável o acompanhamento desta pretensão, na medida em que se pretende transformar um prestígio alcançado pela Região Autónoma dos Açores numa leitura política que deve ficar confinada às mãos de quem a propõe”.

Isabel Almeida Rodrigues, Lara Martinho e João Castro acrescentam ainda não se associarem também aos “lamentáveis considerandos que o Partido CHEGA faz sobre Greta Thunberg, que se tornou num símbolo incontornável dos anseios e das justas preocupações dos mais jovens”.