Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

O Secretário Regional da Saúde revelou hoje, em Angra do Heroísmo, que as ações de formação em Suporte Básico de Vida, promovidas pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, vão estender-se a todas as ilhas do arquipélago.

“Preparar pessoas com competências práticas que lhes permitam atuar nesses casos, especialmente aqueles que diariamente acompanham os cidadãos no âmbito da sua profissão, pode ser determinante para salvar uma vida até que chegue o apoio diferenciado”, frisou Rui Luís.

O titular da pasta da Proteção Civil, que falava no arranque de um ‘Masstraining’ em Suporte Básico de Vida dirigido a funcionários públicos e de empresas privadas, salientou que a adesão a esta ação de formação demonstra o interesse por estas competências.

“Tivemos 265 inscritos, estamos a dar formação a 90 pessoas”, afirmou, acrescentando que esta “é uma ação a que as pessoas aderem facilmente e que vamos replicar ao longo dos próximos anos por todas as ilhas dos Açores”.

Esta iniciativa visa dar preparação a pessoas que lidam com público, frisando Rui Luís que, “na eventualidade de acontecer alguma situação de emergência, como uma paragem cardíaca e respiratória, estão aptos a agir e a pedir ajuda”.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores desenvolveu este ano 36 ações para a população em geral, nomeadamente nas áreas de primeiros socorros, suporte básico de vida, proteção civil e medidas de autoproteção, envolvendo 1.113 formandos, mais 327 do que em 2016.

A doença cardíaca e o acidente vascular cerebral são as principais causas de morte no mundo, com 17,3 milhões de vidas colhidas por ano.

Pub