Costa reconhece insuficiência da regularização de precários nas carreiras de investigação

O primeiro-ministro reconheceu hoje que os resultados do programa de regularização de precários na administração pública, apesar de terem cumprido os objetivos ao nível das carreiras gerais, não resolveram os problemas nas de investigação e docência.

António Costa assumiu esta posição no discurso que proferiu no final da sessão de abertura do Encontro da Ciência e da Tecnologia em Portugal 2019″, no Centro de Congressos de Lisboa, onde foi confrontado com os protestos de cerca de três dezenas de precários deste setor, que encheram e esvaziaram balões durante as intervenções.

Antes de abandonar o Centro de Congressos de Lisboa, o primeiro-ministro trocou algumas palavras com uma das cidadãs deste grupo que protestou e recebeu das mãos dela um curto manifesto.