O contexto familiar e de coabitação é responsável por cerca de dois terços dos contágios pelo novo coronavírus, de acordo com dados hoje apresentados pelo primeiro-ministro, que revelam ainda que as escolas representam apenas 3% dos contágios.

No conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros extraordinário, que decorreu desde o final da tarde de sábado até perto da meia-noite, e que concretizou as medidas que vão vigorar no período de estado de emergência entre 09 de novembro e 23 de novembro, o primeiro-ministro, António Costa, apresentou dados que revelam que é o contexto familiar e de coabitação o principal responsável pelos contágios pelo novo coronavírus.

O contexto laboral é responsável por 12% dos casos, seguindo-se os lares, com 8% dos casos de contágio.