O presidente do Conselho de Ilha da Graciosa, Vítor Mendes, disse hoje que as propostas do Plano e Orçamento dos Açores para 2021 estão de acordo com o “expectável”, tendo os conselheiros ficado satisfeitos com os documentos.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do organismo referiu que a “satisfação foi geral” entre os membros do Conselho de Ilha, que reuniram esta semana para emitir parecer sobre o Plano e Orçamento da região.

“De um modo geral, a conclusão é que o Plano e Orçamento está de acordo com aquilo que era expectável e de acordo com aquilo que foi proposto aquando da campanha eleitoral. De um modo geral, todo o Conselho de Ilha concorda com o que está explícito”, declarou.

A proposta do Plano da região para 2021 contempla cerca de 36 milhões de euros para a ilha Graciosa, mais 1,7 milhões do que em 2020.

Vítor Mendes destacou a verba alocada às obrigações de serviço público nos transportes, que considera ser “bastante positiva”.

“Há verbas para as obrigações de serviço público nos transportes que são verbas bastante positivas. Nunca se pode dizer que são excessivas, mas são bastante boas e esperamos que sejam executadas do modo que está previsto, porque será benéfico para a ilha”, apontou.

Contudo, segundo o presidente do Conselho de Ilha, existem investimentos “importantes” que não estão inseridos nos documentos e outros que estão “suborçamentados”, como a conclusão das obras na zona da Barra ou a requalificação da gare marítima da ilha.

O empresário apontou ainda o “fraco investimento” destinado à requalificação da rede viária da ilha Graciosa.

“Entre os temas mais salientados pelos conselheiros estão as estradas, a rede viária da ilha, que já se fala há muito tempo e realmente esta proposta não tem verbas previstas que chegue sequer para os mínimos”, realçou.

Com 60,65 quilómetros quadrados, a ilha Graciosa, localizada no grupo central do arquipélago dos Açores, tem cerca de 4.200 habitantes.

Este será o primeiro Plano e Orçamento do executivo açoriano, de coligação PSD/CDS/PPM, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro.

A proposta de Orçamento dos Açores para este ano é de cerca de 1.900 milhões de euros, dos quais 165,7 milhões destinados ao transporte aéreo e à reestruturação da SATA.

O Plano e o Orçamento dos Açores para 2021 vai ser discutido e votado no plenário deste mês da Assembleia Legislativa Regional, na cidade da Horta.