Conferência na Boa Nova aborda “O Fascínio das Armas Orientais”

A Direção Regional da Cultura, através do Museu de Angra do Heroísmo, promove hoje, pelas 20h00, mais uma Conferência na Boa Nova, desta vez subordinada ao tema “Rituais e Poder: O Fascínio das Armas Orientais”.

Nesta conferência, Jorge Caravana parte da definição de colecionismo para passar em revista as coleções de armaria e, mais particularmente, de armas orientais pertencentes a museus e a privados, entre as quais a sua, que, elegendo armas brancas ligadas à expansão portuguesa pelo Oriente, assume especial relevância ao documentar a simbiose cultural decorrente dos Descobrimentos.

Os espaços expositivos e as reservas de uniformes, armas ligeiras e armas pesadas do Núcleo da História Militar Manuel Coelho Baptista de Lima, no antigo Hospital da Boa Nova, estarão visitáveis das 20h00 às 23h00, em regime de livre acesso.

Jorge Caravana, Diretor do Serviço de Cirurgia do Hospital de Évora desde 1999, é um colecionador na área da militaria, estando o seu interesse especialmente centrado nas armas e armaduras orientais de países que, de algum modo, interagiram com os portugueses durante a epopeia das Descobertas, privilegiando aquelas que, pelo seu cunho artístico, eram valorizadas como armas de aparato, muito mais do que pela sua eficácia letal, servindo inclusivamente para troca de ofertas a selar um tratado de paz ou de cooperação.

A coleção Caravana esteve exposta no Museu de Évora, em 2010, e 12 peças da sua coleção estiveram na exposição “Joias da Carreira da Índia”, no Museu do Oriente.