PUB

Ponta Delgada, Açores, 15 dez 2022 (Lusa) – O concurso para a construção, por pelo menos 11,9 milhões de euros, da 2.ª fase da variante à cidade da Horta, na ilha do Faial, Açores, foi hoje lançado pelo Governo dos Açores.

Publicado no Jornal Oficial da região, o anúncio fixa o preço base da empreitada nos 11,9 milhões de euros, “a acrescer o IVA”, determinado um prazo de execução de contrato de 730 dias (mais de dois anos).

“A obra integra trabalhos de terraplenagens, pavimentações, obras acessórias, drenagem, sinalização rodoviária e iluminação pública, bem como duas obras de arte, destinados à construção da 2ª fase da variante com cerca de 3,4 quilómetros de extensão”, descreve-se na publicação.

PUB

Em agosto de 2021, o presidente do Governo dos Açores anunciou que aquela obra ia custar cerca de oito milhões de euros e deve arrancar no início de 2023.

Na apresentação do projeto, foi indicado que a nova estrada, a ser construída na zona alta da cidade, tinha por objetivo reduzir o tráfego junto ao centro, prevendo-se extensão de cerca de três quilómetros, com três faixas de rodagem e uma ciclovia, num projeto financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

A primeira fase da variante à cidade da Horta, com uma extensão de 2,6 quilómetros ficou concluída em 2007.

“Tivemos todos, até agora, uma dificuldade de encontrar um cofinanciamento comunitário relevante para a envergadura de determinadas obras nas rodovias”, observou, em 2021, José Manuel Bolieiro.

O presidente do Governo de coligação (PSD, CDS e PPM) lembrou, na ocasião, que as obras integradas no PRR têm um prazo de execução mais curto, manifestando o desejo de, por essa razão, poder antecipar o prazo de conclusão da 2ª fase da variante para 2025.

Pub