Concerto comemorativo do 102º aniversário do Coliseu Micaelense com Aurea e The CODE

O concerto comemorativo dos 102 anos de existência do Coliseu Micaelense será a 10 de maio, às 21h30, e terá como cabeça de cartaz a cantora Aurea. A banda açoriana The Code abrirá o concerto daquela que foi considerada “a voz revelação de 2010”.

Os bilhetes para aquele que se avizinha como um dos maiores concertos de 2019, e que tem o patrocínio oficial do Grupo Bensaude e do Banco BPI, já se encontram à venda no Coliseu Micaelense e em www.bol.pt/. O preço varia entre os 12 e os 15 euros.

Aurea, “uma voz cheia de soul”, nasceu a 7 de setembro em Santiago do Cacém, onde viveu até aos 2 anos. Em 2005, frequentou o curso de Teatro da Universidade de Évora e foi precisamente nesta academia que o amigo Rui Ribeiro descobriu o seu talento para a música.

Considerada a voz revelação de 2010, Aurea apresenta o seu primeiro álbum em Setembro desse ano, atingindo, em poucos meses, o 1º lugar do Top Nacional de Vendas, posição que manteve durante 9 semanas consecutivas e que lhe valeu um galardão de dupla platina.

Ainda em 2010, recebeu o convite da Sony Music Internacional para participar na compilação “Viva Elvis The Album, lançada a 9 de Novembro desse ano e que inclui uma nova versão de “Love Me Tender”, num dueto virtual em que foi adicionada a voz do “Rei” à de Aurea.

Com uma voz inconfundível, poderosa e cativante, Aurea tem somado sucessos. Alternadamente, o primeiro single “Busy (For Me)” e o disco de estreia “Aurea”, ocuparam, por diversas vezes, a primeira posição desta loja digital.

O registo “Aurea ao Vivo no Coliseu dos Recreios”, gravado no dia 18 de Novembro 2011, foi lançado um mês depois e acabou por conquistar o galardão de Ouro nesse dia (mais tarde, o de dupla platina).

O ano de 2011 foi um período de crescimento e de reconhecimento para Aurea. A artista foi nomeada nas categorias de ‘Melhor Música’, ‘Revelação do Ano’ e ‘Melhor Intérprete Individual’, na edição de 2011 dos Globos de Ouro, tendo arrecadado este último galardão. Foi também nomeada para ‘Best Portuguese Act’, nos MTV Music Awards, categoria que acabou por vencer.

O sucesso de Aurea não se fica por Portugal. Estende-se a países como a Hungria (local onde foi gravado o dueto “Where is the Love”, com Nikolas Takács, e onde atuou ao vivo, a Taiwan, a Hong Kong e ao Vietnam (onde também atuou ao vivo), mas também à Polónia, Itália e Espanha, países estes que editaram o álbum de estreia da cantora.

Foi nesse mesmo ano que Portugal assistiu à consagração de Aurea junto de várias marcas comerciais. A atenção dos media e público garantiram-lhe vários contratos de apoio e patrocínio com várias marcas internacionais.

No primeiro ano de carreira realizou uma digressão nacional com mais de 80 concertos. Passou pelas mais prestigiadas salas de espetáculo, como Centro Cultural de Belém e Casinos de Lisboa e do Estoril e coliseus Micaelense, do Porto e de Lisboa.

Atuou ainda em alguns dos festivais e eventos de maior sucesso em Portugal e além fronteiras como em Shanghai, China e Ho Chi Minh City, no Vietname, onde contou com a participação especial do cantor Adam Lambert.

Em 2012, lançou o single “Scratch My Back” do segundo álbum (“Soul Notes”), que atingiu de imediato a marca de Platina e com o qual percorreu o país, Macau, Angola e Brasil, atuando também no Rock in Rio por duas vezes consecutivas.

É ainda no Brasil, que a edição internacional do CD/DVD da artista teve entrada direta para o 22º lugar do TOP iTUNES e TOP 10 de DVD internacionais e o single “Busy (For Me)”.

Em Março de 2016 lançou o álbum Restart, produzido por Cindy Blackman e Jack Davies e gravado em Las Vegas. O álbum marcou a sua estreia como compositora, assinando as faixas “Hold Me In Your Arms” e “Saint and Sinners”.

Deste álbum é retirado o single de apresentação “I Didn’t Mean It”, que impulsionou uma tour nacional com mais de 60 concertos em 2017. Foi ainda em 2017 que, a convite da Sony Music e de David Fonseca, gravou uma versão de “Starman” para o tributo a David Bowie.

A 4 de Maio lançou novo disco “Confessions”, um trabalho distinto dos anteriores que vem marcar uma viragem na sua carreira. Deste álbum é retirado o single de apresentação “Done With You”, com letra e música de Carolina Deslandes.

 

The CODE

 

The CODE, a banda de São Miguel que vai abrir o concerto de Aurea, é formada por Marisa Oliveira (voz), Félix Medeiros (guitarra), Amadeu Medeiros (bateria), Hugo Medeiros (teclados) e André Ferreira (baixo).

A banda deu-se a conhecer ao grande público após o lançamento do tema “É o Amor” em março de 2017. Lado a lado com “A Farol Música”, viram o tema fazer parte da banda sonora da telenovela “Espelho D’Água”.

Em novembro de 2017, lançam o tema “Fly Higher” que os fez voar para os Estados Unidos da América em direção aos International Portuguese Music Awards 2018. Arrecadaram, assim, em abril de 2018, dois prémios da música internacional: Melhor Tema Rock e Canção do Ano.

Contando com a participação de três grandes inspirações, lançaram em fevereiro de 2018 o tema “Vai”, que acabou por confirmar que tudo o que sonharam tornou-se possível “e que a felicidade mora dentro de cada um de nós!”.

Fresco, colorido e enérgico, nasceu o novo single de The CODE. Não diferente dos outros temas lançados pela banda, “Try” é um hino de esperança e perseverança que invoca a vontade de vencer.

The CODE marcaram presença em festivais de renome dos Açores como a Festa do Chicharro 2017, Festival das Marés 2017, II Edição Festival das Marés, III Edição Festival das Marés, Festa do Baleeiro 2017, Festa do Baleeiro 2018, PDL White Ocean 2017, São João da Vila 2018, Festival Ilha Branca 2018. Atuaram, também, nos Estados Unidos da América – o último concerto foi em Providence, nas Comemorações do Dia de Portugal.

 

Ponta Delgada, 12 de abril de 2019

Gabinete de Imprensa e Relações Públicas

Lubélia Duarte

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial