Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

A coligação Ensemble!, que apoia Emmanuel Macron, elegeu 234 deputados, abaixo dos 289 necessários para alcançar a maioria absoluta, e a coligação de esquerda NUPES obteve 124, com 97% dos votos contados.

Segundo os dados divulgados no “site” do Ministério do Interior francês, com 97% votos contados, a coligação Ensemble! (Juntos!, em português) ficou em primeiro lugar, com 7.821.659 votos (38,33%), elegendo 234 deputados eleitos.

Em segundo lugar, a coligação de esquerda Nova União Popular Ecológica e Social (NUPES) — que junta forças como a França Insubmissa, os socialistas, ecologistas e comunistas — tem 124 deputados e 6.418.964 votos (31,46%).

Com 3.589.460 votos (17,59%), a União Nacional, de Marine Le Pen, obtém 89 deputados, uma progressão significativa se comparado com os resultados que tinha obtido nas últimas eleições legislativas, em 2017, quando tinha elegido oito deputados.

O partido de centro-direita Republicanos tem 61 deputados, um número suficiente para, em conjunto com a coligação presidencial, conseguir formar uma maioria governativa, que exige 289 deputados.

A estes partidos, acrescentam-se ainda as ‘nuances’ atribuídas a candidatos independentes: foram eleitos 22 deputados de provenientes de “diversas esquerdas”, 10 “regionalistas” e outros 10 de “diversas direitas”.

As eleições legislativas definem a composição da Assembleia Nacional francesa – composta por 577 deputados – e funcionam com base num sistema maioritário uninominal a duas voltas.

Pub