Pub

Na cerimónia, marcaram presença a Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, a Secretária Regional da Educação, Sofia Ribeiro, o Presidente do Conselho Executivo, Jorge Botelho, o professor responsável pelo Clube de Geocaching, Luís Machado, entre outros convidados.

Na ocasião, Cristina Calisto salientou que “o Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa tem sido uma referência na promoção da prática do geocaching, não só junto dos alunos da escola, mas também da comunidade lagoense, através da realização de diversos eventos e atividades. Foi reconhecendo a inovação e criatividade deste projeto que, desde o primeiro dia, a Câmara Municipal da Lagoa se associou a este Clube de Geocaching”.

Das diversas colaborações conjuntas, ao longo dos 5 anos de existência do clube, destacam-se as diversas conferências realizadas, às quais o município sempre se associou, bem como a atualização do “roteiro urbano” e do roteiro de trilhos pedestres que fazem parte da Rota da Água e que foram realizados com a colaboração das turmas finalistas do 12º ano dos cursos técnico-profissionais de Turismo Rural e Ambiental.

Pub

A colaboração mais marcante entre a Câmara e o Clube foi, a criação da Lagoa Geotour (uma das quatro a nível nacional), lançada a 23 de julho deste ano e da qual resultou a implementação de 39 caches, que abrangem todos os lugares e freguesias da Lagoa, proporcionando ao geocacher uma forma singular de conhecer diversos locais turísticos do concelho, para além de assumir uma vertente histórica, cultural, ambiental e pedagógica.

Na ocasião, foram revelados os bons indicadores da prática desta atividade na Lagoa. Desde o início da Lagoa Geotour, foram realizadas 583 visitas às caches e tendo 22 geocachers completado a geotour. “Estes são números muito positivos e interessantes, que demonstram a retoma que o turismo está a ter e que se prevê que continue a aumentar”, referiu a Presidente.

Desta forma, Cristina Calisto referiu que, “a Câmara Municipal de Lagoa não encara o Geocaching apenas como uma atividade de mera procura de caches. O Geocaching é, muito mais do que isso, pois permite, não só que o geocacher entre numa aventura de descoberta, como também se revela numa excelente ferramenta educativa, com estímulos muito positivos que valorizam simultaneamente o património ambiental e histórico”.

Terminou, congratulando o Clube de Geocaching pelos seus cinco anos de existência, uma data que não se pode dissociar dos 20 anos da Escola Secundária de Lagoa. “São dois aniversários distintos, mas que se unem num único objetivo – proporcionar o acesso a uma formação e educação de qualidade aos alunos lagoenses”, concluiu a edilidade.

Pub