Pub

O Secretário Regional da Saúde e Desporto reiterou ontem, na Terceira, a perspetiva do Governo dos Açores de intervir na sociedade “como motor das respetivas realidades, com apoio colaborante, atenuando dificuldades e potenciando capacidades”.

Clélio Meneses falava na sessão solene do 37.º aniversário da Associação Filarmónica Cultural e Recreativa Santa Bárbara, da freguesia da Fonte do Bastardo, no concelho da Praia da Vitória.

O governante deu como exemplo a coletividade aniversariante, “com quem o Executivo assumiu um compromisso e concretizou”, facto que levou à resolução das graves dificuldades financeiras de que a mesma padeceu nos últimos 12 anos, devido à falta do apoio prometido para a construção da sede social.

“Quando dizem que os políticos são todos iguais, se calhar são na aparência, mas na essência talvez não”, frisou o governante, sublinhando que “uma coisa é a aparência, outra é a essência, e o povo da Fonte do Bastardo” conhece esta realidade.

O Secretário Regional realçou e louvou a predisposição de um punhado de jovens que gere agora os destinos da coletividade, permitindo que a mesma se mantenha viva e atuante.

“Os jovens assumiram com coragem os destinos desta casa e quando há uma causa verdadeiramente motivadora, ou quando há um objetivo, os jovens mobilizam-se”, considerou.

Na sessão solene de aniversário, em que foi orador o Padre Júlio Rocha, pároco da freguesia, marcou também presença a presidente da câmara municipal da Praia da Vitória, Vânia Ferreira, que revelou que o município vai cumprir, tal como o Governo Regional, com o compromisso de aliviar parte das dificuldades da Associação Filarmónica Cultural e Recreativa Santa Bárbara.

Pub