Cientistas descobrem no veneno de escorpião antibiótico contra tuberculose

Cientistas descobriram no veneno de escorpião antibióticos contra a tuberculose e a pneumonia, anunciou hoje a universidade mexicana que conduziu a investigação.

Peritos do Instituto de Biotecnologia da Universidade Nacional Autónoma do México isolaram, produziram e patentearam dois compostos químicos, presentes naturalmente no veneno do escorpião, capazes de combater estirpes resistentes da tuberculose e a bactéria “Staphylococcus aureus”, que pode causar infeções graves como pneumonia e septicemia.

Além disso, sustentam os especialistas, as substâncias identificadas no veneno são eficazes para travar o crescimento de células cancerígenas sem provocar lesões nas células normais do tecido pulmonar.