Centro Regional de Apoio ao Artesanato promove uma formação sobre ‘Inovar a Doçaria da ilha das Flores’

A Vice-Presidência do Governo, através do Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA) promove, de 17 a 20 de outubro, a realização de uma formação denominada ‘Inovar a Doçaria da ilha das Flores’, que terá lugar em Santa Cruz.

Esta iniciativa visa potenciar a criação de uma nova doçaria com valor identitário e turístico, com base nas receitas tradicionais da ilha das Flores, permitindo também a preservação de tradições.

Perante a necessidade de inovação e qualidade do produto artesanal, de forma a torná-lo mais contemporâneo e competitivo no mercado, foi necessário recorrer a profissionais da área de Pastelaria.

A formação será ministrada pelo chefe Luca Arguelles, com vasta experiência na doçaria e inovação, no âmbito do projeto ‘Hora do Ofício’, em horário pós-laboral.

Luca Arguelles é um chefe de referência na pastelaria portuguesa, tendo trabalhado por todo o país e também em Itália, Áustria, Inglaterra, Noruega, Maldivas e França, antes de regressar a Portugal, onde criou a sua própria marca e atelier de pastelaria moderna.

A ‘Hora do Ofício’ é um projeto formativo do Centro Regional de Apoio ao Artesanato que se destina a promover e incentivar a transmissão do saber-fazer das atividades artesanais tradicionais dos Açores e, ao mesmo tempo, fomentar a inovação e a criatividade na produção artesanal.

A revitalização de alguns ofícios tradicionais, a qualificação dos artesãos e a consequente qualidade dos seus produtos são pilares que fortalecem a dignificação e valorização do setor artesanal, que se considera crucial não só do ponto de vista da cultura e do património, mas também da economia e do emprego na Região.

Neste contexto, a ‘Hora do Ofício’ abrange a realização de oficinas em todo o arquipélago, sobretudo em áreas artesanais que valorizam as matérias-primas existentes em cada ilha.

Partilha