Pub
Inicio Política CCDR: José Apolinário eleito para a presidência no Algarve

CCDR: José Apolinário eleito para a presidência no Algarve

Pub

O ex-secretário de Estado das Pescas José Apolinário foi hoje eleito presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, segundo o próprio, que somou 68,56% dos 423 votos expressos.

De acordo com os dados provisórios indicados à agência Lusa por José Apolinário, votaram 423 autarcas de um colégio eleitoral de 483 (votantes possíveis). A sua eleição recolheu 290 votos favoráveis, 115 brancos e 18 nulos.José Apolinário, de 58 anos, licenciado em Direito, pediu para sair do Governo, do cargo de secretário de Estado das Pescas, para se candidatar à presidência da CCDR/Algarve, tendo sido o único candidato ao sufrágio.Segundo o candidato, para a vice-presidência do organismo foi eleito o arquiteto José Pacheco (também único candidato), com 13 votos a favor e um branco, verificando-se a abstenção de dois dos 16 presidentes de Câmara do Algarve.

No caso da eleição para um dos vice-presidentes (o Governo nomeia o outro), o colégio eleitoral é composto apenas pelos presidentes de câmara, enquanto para a presidência votam também elementos das assembleias municipais e vereadores.

A outra vice-presidência da CCDR/Algarve é preenchida por Elsa Cordeiro, licenciada em Gestão Económica-Financeira e indigitada pelo PSD.

A primeira eleição do presidente e de um vice-presidente para cada uma das cinco CCDR do país decorreu hoje entre as 16:00 e as 20:00.

As Comissões de Coordenação Desenvolvimento Regional são serviços desconcentrados da Administração Central, dotados de autonomia administrativa e financeira, incumbidos de executar medidas para o desenvolvimento das respetivas regiões, como a gestão de fundos comunitários.

António Costa felicita presidentes e vice-presidentes hoje eleitos

Atualizada às 23h56

O primeiro-ministro António Costa saudou hoje os presidentes e vice-presidentes eleitos para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), lembrando que, pela primeira vez, não foram nomeados pelo Governo mas eleitos pelos autarcas das regiões.

Numa publicação na rede social Twitter, o primeiro-ministro considerou ainda as eleições para as CCDR como “um grande passo na descentralização e decisivo na democratização da elaboração dos Programas Operacionais Regionais 2030”.

Cerca de 10.000 autarcas elegeram hoje pela primeira vez, através de colégios eleitorais regionais, os cinco presidentes das comissões de coordenação e desenvolvimento regional (CCDR), que eram até agora nomeados pelo Governo.

Pub