Casas dos Açores representam e projetam a Região no exterior, reafirma Rui Bettencourt

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas reafirmou hoje, em Lisboa, o importante papel que as Casas dos Açores têm em representar a Região e projetá-la no exterior.

“Nós temos a mesma visão do que é a Diáspora e temos a mesma preocupação em relação à projeção dos Açores no Mundo, em particular no continente português” sublinhou Rui Bettencourt, que falava no final de uma reunião com a presidente da Casa dos Açores de Lisboa, Delfina Cruz.

Para o governante existe “uma comunidade açoriana muitíssimo relevante em Lisboa e também no resto do continente, evidentemente, onde a Casa dos Açores pode ter um papel fundamental”, frisou.

“Foi uma reunião muito profícua que tivemos hoje com a Casa dos Açores de Lisboa” disse ainda o titular da pasta das Relações Externas, destacando algumas atividades que esta instituição tem projetadas para os próximos tempos, relacionadas com o mar ou com áreas inovadoras como o café, e considerando esses pontos como sendo “relevantes” para a projeção dos Açores em Lisboa.

Por outro lado, o Secretário Regional considerou que existe “uma ação concertada” a fazer em Lisboa em relação à divulgação do que é o Conselho da Diáspora Açoriana, salientando que essa Diáspora açoriana em Lisboa pode ter “um papel muito importante quer na divulgação, quer no seu funcionamento, quer na representação dos açorianos no continente português”.

Rui Bettencourt adiantou ainda que será feita uma sessão de divulgação junto dos açorianos de Lisboa sobre o Conselho da Diáspora Açoriana, manifestando a disponibilidade e o apoio do Governo dos Açores para trabalhar em conjunto com a Casa dos Açores de Lisboa na “nova abordagem” que a nova direção recentemente eleita quer imprimir na projeção dos Açores no continente português.

O titular da pasta das Relações Externas disse ainda que no trabalho em conjunto que será desenvolvido com a nova direção da Casa dos Açores de Lisboa existe também a preocupação de detetarem e verem onde estão os açorianos que podem participar neste projeto.