Pub

Ajudar os menos afortunados é uma virtude que os açorianos possuem. Têm-no demonstrado no passado, em vários momentos difíceis vividos dentro e fora dos Açores.

Têm-no demonstrado, igualmente, através das suas dádivas nas já 40 campanhas de angariação de alimentos do Banco Alimentar, realizadas na Ilha de São Miguel.

Neste Natal, e mais uma vez, acredito que o desejo dos micaelenses contribuírem para que haja comida na mesa de todas as famílias seja uma realidade.

A generosidade dos micaelenses tornará possível que o Banco Alimentar continue a acudir a todos aqueles que, por infelizes circunstâncias, precisam do nosso apoio para ultrapassar a fase difícil que atravessam – pessoas com baixos rendimentos, desempregados, vítimas de acidentes de trabalho, doentes crónicos ou inválidos, famílias monoparentais…

Ao longo deste ano, o Banco Alimentar Contra a Fome de S. Miguel já entregou 5.174 cabazes, o que permitiu ajudar 7.963 pessoas – 2.187 famílias, dos quais 4.989 adultos e 2.974 menores.

Tudo graças a um trabalho em rede diário, baseado no envolvimento dedicado de pessoas voluntárias, a titulo individual ou de grupo, e de entidades várias, públicas e privadas, das áreas empresariais às de intervenção social, que garantem o abastecimento e a distribuição criteriosa dos alimentos, assim como a gestão da logística inerente.

A próxima campanha do Banco Alimentar Contra a Fome de S. Miguel, é uma operação de significativa dimensão, tanto em termos geográficos como de participação – decorre em 52 lojas, espalhadas por toda a ilha de São Miguel, constituindo uma teia de pontos de recolha que vai dos mais pequenos estabelecimentos de freguesia aos hipermercados.

Estimamos que envolva 874 pessoas, desde colaboradores de lojas, voluntários, órgãos de comunicação social, PSP e transitários.

Agradecemos a todos os voluntários que assumiram responsabilidades nesta campanha. A todas as empresas envolvidas também endereçamos o nosso muito obrigada pela vossa ajuda e inestimável colaboração.

Se é seu desejo associar-se à organização desta grande iniciativa solidária do Banco Alimentar está a tempo, contacte-nos.

Pub