Câmara investe perto de 600 mil euros em obras na Fajã de Baixo e na Fajã de Cima

Pastinhos

A Câmara Municipal de Ponta Delgada acaba de investir perto de 600 mil euros em obras nas freguesias da Fajã de Baixo e da Fajã de Cima.

Do ponto de vista da sua utilidade são, afirmou o Presidente, obras “emblemáticas” e que, a par de outros investimentos do Município nestas mesmas freguesias, vieram “moldar o perfil de várias ruas e espaços públicos”.

Na freguesia da Fajã de Baixo foi inaugurada, esta tarde, a empreitada de requalificação do Largo da Igreja, uma ideia do Orçamento Participativo de Ponta Delgada.

Orçada em 75 mil euros, incluiu a construção de plataforma central da praça, que funcionará como zona de estadia e palco para as ocasiões festivas, nova pavimentação em calçada e joga, infraestruturas de drenagem pluvial e iluminação decorativa.

José Manuel Bolieiro, em palavras dirigidas ao Presidente da Junta de Freguesia da Fajã de Baixo e aos proponentes do projeto, expressou o gosto em ter instalado o Orçamento Participativo de Ponta Delgada como forma de “fazer da democracia uma participação constante nas decisões relacionadas com o desenvolvimento e de fazê-lo em articulação com as várias instituições”. “Trabalhar para o bem comum. É isso que tem sido feito”, concluiu o edil, realizado com a obra feita e com a certeza de que a mesma “apresenta mais virtudes do que defeitos”.

O autarca congratulou-se com o facto de a intervenção no Largo da Igreja da Fajã de Baixo ser respeitadora da memória coletiva, funcional e valorizadora do espaço, tendo deixado uma palavra de agradecimento aos projetistas e aos restantes responsáveis pela iniciativa.

Destacou, ainda, a crescente dinâmica desta freguesia do concelho de Ponta Delgada, onde visitou a empreitada de requalificação da Rua Maria José Borges. Tratou-se de um investimento de 75.600 euros, cujos trabalhos consistiram na aplicação de uma camada de regularização betuminosa provisória sobre o piso existente, com uma área de intervenção de 3.500 m2.

O Presidente do Município, acompanhado pelo Vice-Presidente, Humberto Melo, também visitou a empreitada de repavimentação da Rua Aníbal Câmara, Rua Nivéria Sampaio e Rua Barão da Fonte Bela e de construção de bolsa de estacionamento no gaveto da Rua Combatentes da Liberdade e Rua do Espírito Santo, orçada em 142 mil euros.

Com esta obra, a Câmara de Ponta Delgada melhorou a qualidade da vida dos moradores e utilizadores destas três vias e de toda zona envolvente em geral, proporcionado um melhor equilíbrio em termos de circulação viária, oferta de lugares de estacionamento na via pública e criação de passeios com dimensões que proporcionem boas condições de utilização por parte dos peões, incluindo pessoas com mobilidade condicionada.

Hoje, foi entregue à população da Fajã de Baixo outro projeto fruto de uma ideia proposta por cidadãos no âmbito do Orçamento Participativo de Ponta Delgada. Trata-se do Recinto do Desporto dos Pastinhos. Orçado em 75 mil euros, incluiu a construção de um recinto ao ar livre (com balizas, vedação e iluminação) para a prática de desporto na zona dos Pastinhos.

Na ocasião, o Presidente expressou a sua gratidão a todos os que tornaram possível a realização desta ideia.

Também esta tarde, José Manuel Bolieiro visitou a empreitada de pavimentação da Rua Nossa Senhora da Penha, que abrange as freguesias de Fajã de Baixo e Fajã de Cima. Orçada em mais de 86.500 euros, e realizada em complementaridade com a empreitada dos SMAS, incluiu o  assentamento de lancis e pavimentação de passeios.

Na freguesia da Fajã de Cima, foi inaugurada a empreitada de requalificação e alargamento da Rua da Nazaré. Uma ideia que surgiu no âmbito do OP e que permitiu a correção do traçado da via, principalmente no que se refere à sua planimetria, tendo em conta que a mesma apresenta troços estreitos. A rua ficou dotada de uma faixa de rodagem com 5 metros de largura, duas vias de trânsito.

Foram, também, criados passeios em ambos os lados da faixa de rodagem, com 1,20 metros de largura.

A intervenção, que custou 130 mil euros, abrangeu a integração no domínio público de parcelas pertencentes a prédios privados, tornando-se, por isso, necessário proceder à construção dos muros de vedação nos novos alinhamentos.

Foi realizada a repavimentação da faixa de rodagem em betão betuminoso e a construção de passeios em betão, bem como melhoramentos ao nível da rede de drenagem de águas pluviais.

Estiveram no descerramento do placa dois moradores, Elidia Sousa e António Sousa, a quem o edil agradeceu a cedência de terreno para a construção do passeio.