Câmara de Ponta Delgada premeia boas práticas de separação de resíduos nas escolas do concelho

A Câmara Municipal de Ponta Delgada procedeu, ontem, à entrega das placas e certificados às escolas que participaram e tiveram desempenho positivo no projeto de monitorização de resíduos “Agir para Prevenir”.

A taxa de sucesso da 2.ª edição do projeto foi superior aos 90%, sendo que dos 56 estabelecimentos de ensino público e privado participantes 52 receberam o galardão.

Para a Câmara Municipal, assim, “Ganhamos todos. O ambiente ganhou. As gerações futuras também vão ganhar”, como referiu o Vereador do Ambiente, Pedro Furtado.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada congratulou-se com o sucesso do projeto, tanto pela adesão das escolas como pelas taxas de sucesso alcançadas, parabenizando, por isso, a comunidade educativa  pelo excelente trabalho e enaltecendo o trabalho da Divisão de Ambiente e Serviços Urbanos da Autarquia.

José Manuel Bolieiro defendeu, contudo, uma maior sensibilização e pedagogia junto das Escola, a instituição que “mais influencia o estado cultural de uma comunidade”.

Destacou o importante papel dos auxiliares e dos docentes nesta pedagogia ambiental, convicto de que, depois, as crianças e os jovens transmitem o conhecimento e as boas práticas  adquiridas aos pais e aos avós.

“Quando não há reutilização, reciclagem, há consequências negativas na peugada ambiental”, alertou o edil.

Para o autarca importa, por outro, transformar a mentalidade do produtor e do comerciante, afirmando que “nem sempre o regresso ao passado é uma má notícia”, sugerindo, por isso, por exemplo, um regresso à lógica do granel.

Recorde-se que o projeto Agir para Prevenir decorreu em três fases: formação, implementação e monitorização.

Receberam o galardão 37 estabelecimentos de ensino de jardim de infância e primeiro ciclo, as 4 básicas integradas do concelho, uma escola secundária, 6 escolas profissionais,  4 escolas privadas.