Câmara da Horta atribui 43 bolsas de estudo a jovens do concelho

Foram 43 as famílias às quais foi atribuído o Apoio Financeiro a Jovens no ano letivo de 2018/2019 e cuja assinatura decorreu ontem nos Paços do Concelho.

Todos os anos temos vindo a assegurar este apoio financeiro aos jovens estudantes do nosso concelho, bem como a promover outras medidas de apoio às famílias, como seja a redução do IMI e uma maior devolução do IRS às famílias, na prossecução daqueles que são os nossos objetivos sociais”, frisou José Leonardo Silva, Presidente da Câmara Municipal da Horta.

O Presidente da autarquia frisou ainda os diferentes projetos que a CMH tem desenvolvido no sentido de envolver os jovens, como seja, desde logo, “o facto de sermos Cidade Educadora, de promovermos um orçamento participativo jovem ou as jornadas de juventude empreendedora”.

O apoio Financeiro Financeiro a Jovens do Município da Horta é uma prestação pecuniária, com valor devidamente inserido em dotação orçamental e que visa contribuir e custear, entre outras, as despesas de alojamento, alimentação, transporte, material escolar e propinas, dos jovens estudantes que frequentam cursos de nível CET e de ensino superior e que preenchem os requisitos definidos no Regulamento Municipal de Apoio Financeiro a Jovens.

No ano letivo de 2018/19 foram rececionadas 58 candidaturas ao Apoio Financeiro a Jovens, sendo que 43 cumprem os requisitos regulamentados.

O Apoio Financeiro aos Jovens representa um investimento da ordem dos 54 mil euros.