Câmara associa-se ao Dia do Patrono da Escola Básica Integrada Canto da Maia

A Vereadora que tutela a Educação na Câmara Municipal de Ponta Delgada, Maria José Lemos Duarte, afirmou esta manhã ser uma honra para a autarquia associar-se ao Dia do Patrono da Escola Básica Integrada Canto da Maia, sublinhando que “juntar três ciclos de ensino (pré, 1º ciclo e 2º ciclo) num só edifício não é tarefa fácil, mas, também, não é impossível”.

“É cada vez mais uma prática moderna juntar vários escalões etários nas escolas como forma de assegurar solidariedade geracional. Os mais novos tendem a admirar os mais velhos. E, por isso, é essencial que os mais velhos sejam bons exemplos para os mais novos.” – adiantou a Vereadora, que falava em representação do Presidente da Câmara, José Manuel Bolieiro.

Para Maria José Lemos Duarte, “assinalar o Dia do Patrono da vossa escola, é incentivar o convívio entre professores e alunos, assim como também com os representantes da comunidade. Que este dia sirva não só para saberem mais sobre a vossa escola e sobre o vosso patrono. Que este dia seja um dia de inspiração para continuarem motivados nos vossos estudos e no vosso futuro”.

A Vereadora recordou o patrono da escola, o escultor Canto da Maia que nasceu em Ponta Delgada há 129 anos, considerando que o mesmo foi “um dos artistas açorianos de maior projeção, e o mais internacional escultor português da primeira metade do século XX”.

Trata-se, segundo fez questão de sublinhar, de um “nome que fica perpetuado na nossa cultura, mas também para os tempos vindouros, por estar associado a uma escola, que forma as nossas crianças e jovens e as capacitam a serem melhores mulheres e homens no futuro”.

“Na vossa escola, os vossos professores transmitem-vos, todos os dias, conhecimentos, e como Canto da Maia têm um papel muito importante no moldar das vossas personalidades: Educam-vos, com os seus ensinamentos, para a vida. Associar o nome do escultor Canto da Maia a um estabelecimento de ensino como o vosso é uma combinação perfeita” – acentuou.

No entender da Vereadora da Educação, “a vossa escola está preparada fisicamente para acolher centenas de alunos de vários ciclos de ensino. A sua arquitetura, modernizada com as recentes obras, permite que existam condições materiais essenciais à aprendizagem”.

“Canto da Maia estudou arquitetura e, se estivesse aqui hoje, poderia testemunhar a importância da arquitetura no vosso bem-estar enquanto alunos desta escola.” – concluiu.