PUB

A Câmara do Nordeste, nos Açores, investiu perto de 93 mil euros na reabilitação do edifício do Serviço de Finanças, uma obra inaugurada hoje e que permitiu requalificar o imóvel “degradado e sem condições de segurança”, foi anunciado.

Segundo a autarquia da ilha de São Miguel, a empreitada de beneficiação do Serviço de Finanças “foi executada no âmbito da remodelação e requalificação de edifícios municipais, num investimento que rondou os 93 mil euros”.

Em comunicado, a autarquia assinala que a obra “executada pelo município” responde “a uma necessidade urgente de intervenção no edifício, que se encontrava degradado e sem condições de segurança”.

PUB

A situação, segundo a Câmara Municipal do Nordeste, “arrastava-se há algumas décadas” e afetava, sobretudo, o piso superior, onde se encontra todo o arquivo das Finanças e os espaços de apoio ao serviço.

A empreitada consistiu na reabilitação total do edifício, substituição de cobertura, rebocos, pavimentos, rede elétrica, execução de uma copa, instalações sanitárias, tetos, pinturas, caixilharias em alumínio e trabalhos de carpintaria, detalha a autarquia.

Citado no comunicado, o presidente da Câmara Municipal do Nordeste, António Miguel Soares (PSD), afirma “que não será por falta de cooperação do município que algum serviço do Estado será transferido para outro concelho ou encerrado”.

António Miguel Soares, que participou na inauguração, acrescenta que as obras de beneficiação do Serviço de Finanças enquadram-se no objetivo do executivo de “reabilitar o património que é propriedade da câmara, como espelho do cuidado que deve ser transmitido a quem visita o concelho, e com a finalidade de lhe dar outras utilidades”.

O autarca refere-se ainda à beneficiação que está a ser executada no antigo edifício da Comissão de Menores, e que passará a servir a Biblioteca Municipal, assim como projetos a implementar a curto prazo, como a requalificação do Mercado Municipal e do jardim debaixo da ponte.

Pub