Caloura Blues cancelado devido a intervenções na praia onde decorre o festival

O festival Caloura Blues, agendado para 26 e 27 de julho, foi hoje cancelado devido a intervenções na praia Baixa d’Areia, na zona da Caloura, em São Miguel, onde decorre o festival, anunciou a organização.

Em virtude das derrocadas ocorridas na zona da Baixa d´Areia e após avaliação pelo Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC), a autarquia procedeu à interdição da prática balnear nesta zona e, em cooperação com a Direção Regional dos Assuntos do Mar (DRAM), procedeu aos estudos base –  geológico e geotécnico – que sustentam o projeto de execução da estabilização do talude da praia. A intervenção deverá ocorrer a partir de junho do presente ano, devolvendo a fruição desta zona, nas melhores condições de segurança, a todos os seus frequentadores, em particular à população da vila de Água de Pau.

O espaço, habitualmente, utilizado para os vários recintos e áreas do festival estarão ocupados pelo estaleiro da intervenção, não sendo viável a suspensão e desmobilização da frente de trabalho nem equacionada a realização do festival noutro local, por se considerar que parte da diferenciação e afirmação do festival assentou, precisamente, na beleza e integração entre os Blues e a paisagem envolvente.

O festival Caloura Blues regressará, em 2021, à Baixa d´Areia, estando já confirmada a presença de Peter Storm & The Blues Society, com a sua banda constituída por quatro experientes músicos do panorama dos Blues em Portugal, José Reis, Jorge Oliveira e  Bino Ribeiro & João Belchior.