Caixa a mais no material recuperado dá origem a processo disciplinar

O aparecimento de uma caixa de petardos a mais no material militar recuperado pela Polícia Judiciária Militar depois do furto em Tancos deu origem a um processo disciplinar a um militar, disse à Lusa fonte do Exército.

O processo disciplinar foi instaurado pelo comando do Regimento de Engenharia 1, Tancos, ao militar responsável pelo controlo de entradas e saídas dos paióis e paiolins de Tancos, decorrendo os prazos de reclamação e recurso, disse à Lusa o porta-voz do ramo.

A 18 de outubro, a Polícia Judiciária Militar recuperou quase todo o material militar que tinha sido furtado da base de Tancos no final de junho, à exceção das munições de 9 milímetros.