Pub

“É preciso criar uma dinâmica económica que seja capaz de fixar gente no concelho, sobretudo jovens. Criar uma dinâmica empresarial para que as empresas do concelho tenham outra pujança, mas também capacidade de atrair novas empresas”, declarou à agência Lusa.

Segundo o social-democrata, a “dinâmica económica” das Lajes das Flores deve ter por base o turismo, o setor primário (agricultura e pescas) e o ambiente.

“Essa dinâmica terá por base aquilo que é a nossa mais-valia: o nosso turismo, a nossa agricultura e pescas e a nossa qualidade ambiental. É com base nesse tripé que queremos alicerçar toda a estratégia económica e social do concelho”, afirmou.

Bruno Belo, que atualmente é deputado na Assembleia Regional eleito pelo PSD/Açores, salientou que o “turismo tem de alavancar os alojamentos”, a restauração, a agricultura e as pescas.

O candidato da coligação PSD/CDS-PP/PPM referiu ainda a importância do turismo como meio “de preservar e conservar a qualidade ambiental”.

“Nós temos um galardão de Reserva da Biosfera que não passa disso mesmo. Ele tem de ser potenciado”, apontou.

A Reserva da Biosfera das Flores engloba a totalidade de área terrestre da ilha das Flores, num total de cerca de 143 quilómetros quadrados.

Bruno Belo destacou também que será no concelho das Lajes que será feito um “dos maiores investimentos públicos da região” dos próximos anos, referindo-se à reconstrução do porto comercial, destruído após a passagem do furacão Lorenzo, em outubro de 2019.

Para o social-democrata, a reconstrução do porto das Lajes “deve ser encarado numa perspetiva estratégica”, valorizando “toda aquela zona” e construindo uma “zona balnear junto à infraestrutura”.

 “Candidato-me porque fui interpelado para dar uma resposta diferente àquelas que são as necessidades do concelho. Foram oito anos de um município que praticamente parou, um município que perdeu empresas, perdeu gente, perdeu empregos”, afirmou.

Segundo o Censos 2021, o concelho de Lajes das Flores registou uma redução de 6,4% da população nos últimos 10 anos: passou de 1.504 habitantes em 2011 para 1.408.

Os Açores registaram uma quebra de população residente de 4,1% desde 2011, segundo os dados preliminares dos Censos 2021.

Nas próximas eleições autárquicas, o socialista Luís Maciel vai candidatar-se a um terceiro mandato à frente do município das Lajes das Flores.

O executivo camarário é constituído por cinco elementos (quatro do PS e um do PSD), sendo a Assembleia Municipal das Lajes das Flores composta por sete socialistas e cinco social-democratas.

O PS venceu as autárquicas de 2017 com 63,7% dos votos, tendo o PSD recolhido 31,4%.

As eleições autárquicas realizam-se em 26 de setembro.

Pub