Bispo de Angra apresenta condolências a familiares de vítimas de acidente na Terceira

O bispo de Angra, João Lavrador, deixou uma mensagem de “pesar” aos familiares das vítimas mortais de um acidente de viação ocorrido na terça-feira na freguesia das Quatro Ribeiras, na ilha Terceira, nos Açores.

“Perante este trágico acontecimento quero, em meu nome e em nome da diocese, apresentar as minhas sentidas condolências a todos os familiares e amigos das pessoas que faleceram e prometer-lhes a minha oração”, afirmou, num comunicado divulgado pelo sítio Igreja Açores.

Uma procissão de velas, em homenagem a Nossa Senhora de Fátima, dirigia-se à igreja, por volta das 20:30 (hora local, mais uma em Lisboa), desta terça-feira, na freguesia das Quatro Ribeiras, no concelho da Praia da Vitória, quando um carro atropelou as pessoas que seguiam mais atrás, provocando duas vítimas mortais, quatro feridos graves e nove feridos ligeiros.

João Lavrador prometeu orações por todas as vítimas e familiares “que agora sentem uma dor muito profunda nas suas vidas”.

“Na dor e no sofrimento desta hora levantamos o nosso olhar para o Senhor da vida para que abençoe com a graça da esperança todos os que estão atingidos pela perda dos seus familiares e amigos e aqueles que esperam a sua recuperação de saúde”, salientou.

O bispo de Angra desejou ainda “votos de rápidas melhoras e completo restabelecimento” aos feridos.

“Junto da paróquia das Quatro Ribeiras e do seu pároco, que vivem a dor desta hora trágica, expresso os meus sentimentos de solidariedade e de comunhão humana e eclesial”, frisou.

João Lavrador pediu “prudência e muita cautela” em todas as manifestações públicas, desejando que sejam usados “todos os meios para que não aconteçam estas situações fatídicas”.