Biblioteca de Angra promove conferência “As Casas de Câmara e Cadeia nos Açores – séculos XV-XVIII” (anexo disponível no site)

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, promove sexta-feira, 20 de julho, pelas 17h00, a realização de uma conferência sobre “As Casas de Câmara e Cadeia nos Açores – séculos XV-XVIII”.

Esta conferência, que será proferida por Mateus Laranjeira, decorre no âmbito da dinamização da exposição “O Arquivo e o Documento”, que está patente até 31 de agosto e assinala o 70.º aniversário da criação do Arquivo de Angra do Heroísmo.

O evento destina-se ao público jovem e adulto e será dedicado a esta tipologia específica da arquitetura civil, que teve as suas raízes em Portugal, no século XIV, chegando aos Açores, já consolidada, a partir da segunda metade do século XV, acabando depois por ser abandonada no século XIX.

Na ilha Terceira, as Casas de Câmara e Cadeia de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória foram construídas no primeiro quartel do século XVII, verificando-se que a Câmara da Praia da Vitória se apresenta atualmente como o exemplar mais antigo existente no arquipélago.

Nos meados do século XIX, a Casa da Câmara de Angra do Heroísmo foi substituída pelo atual edifício.

Mateus Laranjeira, licenciado em Património Cultural e mestre em História da Arte, pela Universidade do Algarve, é autor dos livros “São Salvador de Angra – uma catedral sebástica” e “As Casas de Câmara e Cadeia nos Açores – séculos XV-XVIII”, editados pelo Instituto Açoriano de Cultura.